[ editar artigo]

#misturando 02: as cores, as áreas exatas e biológicas e a vida

#misturando 02: as cores, as áreas exatas e biológicas e a vida

Olá, universitáries de todo o Brasil, como vocês estão?

Esse é o segundo post de uma nova coluna na comunidade que eu e a Jeanne Delava resolvemos criar. aqui, no #misturando, nós vamos apresentar os dois lados da moeda de muitos assuntos do mundo universitário, mostrando que eles podem ser mais complementares do que parecem. Nós já publicamos o primeiro post e você pode encontrá-los aqui:

Área humanas

Áreas exatas/biológicas

No nosso segundo post, vamos trazer para vocês como organizamos os textos e exercícios para preparação de aulas na universidade, tanto nas humanas, como nas exatas e, também, nas biológicas.

Aqui, você lerá nossos apontamentos sobre as exatas e biológicas e, no perfil da outra colunista, poderá acessar sobre a outra área. Como aqui temos duas áreas, separei as dicas em dois grandes blocos separados, então você pode se direcionar pra área que faz mais sentido pra você!

Esperamos que vocês gostem e, agora, com vocês…

Como se organizar e se preparar para as aulas nas áreas de exatas e biológicas!!

 

Ahhhhh, mais uma coisinha importante: minha vivência nas duas áreas são simultâneas, então pode ser que para quem tem o foco total em apenas uma delas, sinta falta de alguma abordagem. Mas conta como você se organiza e deixa sua dica aqui nos comentários também pra todo mundo ler e aplicar, combinado?

Agora sim, vamo nessa!

 


BIOLÓGICAS

biology cell GIF by Yasislas

Na área de biológicas, minha vivência para as aulas se pautava em duas principais coisas: artigos científicos e livros com a base teórica mais densa (quem aí nunca usou o famoso princípios de bioquímica de Lehninger?).

 

The book is on the table: dica para os livros

1- Entenda seu ritmo de estudo

Os livros com a teoria mais densa podem ser divididos em tópicos ou capítulos. É importante entender o seu ritmo de estudo realizar essa divisão de forma assertiva no seu planejamento, de acordo com os horários disponíveis.

 

2- Preste atenção nas dicas em aula

Se os(as) professores(as) disponibilizarem um cronograma no início da disciplina com os tópicos das aulas, é possível se organizar desde o início para realizar a leitura logo após ao que é ministrado em aula para fixar o conteúdo.

Preste atenção nas aulas para entender o que é mais importante e direcionar a maior parte da sua energia nisso.

 

Dica para os artigos científicos

1- Entenda os objetivos da leitura do artigo

Entenda o por que você irá consumir as informações desse artigo e o que pretende absorver dessa leitura. Por que você precisa ler esse artigo?

  • Entender os conceitos teóricos que o direcionaram?
  • Conhecer uma nova proposta de metodologia?
  • Recolher dados para algum seminário?

Após entender esses pontos, será possível direcionar e otimizar a sua leitura.

 

2- Priorize e leia de forma estratégica

Sabe quando a gente tá estudando pra fazer o ENEM e rola aquelas dicas de leitura pra otimizar o tempo durante a prova? Essa dica é na mesma pegada!

Após entender os objetivos da leitura do seu artigo, será possível direcionar a leitura para o que você realmente precisa absorver.

Sempre é válido ler o resumo para entender o contexto geral abordado no artigo e entender se você realmente encontrará o que precisa nele. A leitura do desenvolvimento pode se pautar nos objetivos.

Por exemplo: se você precisa de dados para um seminário, talvez não seja necessário ler todo o detalhamento da metodologia usada.

É importante ressaltar que a leitura direcionada de forma estratégica está diretamente relacionada à definição dos objetivos estabelecidos na primeira dica. Se você precisar apresentar um seminário explicando todo o artigo, com certeza você precisará realizar a leitura na íntegra.

 

3- Organize suas leituras

Para organização dos artigos científicos, sugiro o uso de um aplicativo chamado Mendeley. Dá pra organizar os artigos por pastas, grifar, colocar notes, compartilhar com outras pessoas e por aí vai..

Tem a versão desktop e online, e pra fechar com chave de ouro, existe um plugin do Mendeley para Word que faz referências e citações (então além de ajudar a organizar, economiza um baita tempo na escrita das referências).

Ele é focado para artigos mas sei que na versão desktop dá pra jogar PDFs de outros conteúdos também e organizar tudo num lugar só!

Reading GIF


 

EXATAS

confused rooster teeth GIF by Achievement Hunter

Para a área de exatas, acredito que o ponto mais crucial na organização é a parte dos exercícios matemáticos. É necessário ter em mente: professores(as) selecionam ou não exercícios para listas, então da mesma forma que você pode ter um direcionamento, podem existir listas infinitas de exercícios, e nesse último caso, provavelmente você não vai conseguir resolver todos.

 

A dica é clichê mas é real: estude toda semana.

 

Por experiência própria, uma semana sem rever um conceito visto na aula virava uma bola de neve para resolver os exercícios depois.

Apesar de parecer contraditório com as “listas infinitas”, não é. Não dá pra fazer tudo, mas quanto mais exercícios eu fazia para treinar, mais familiar os cálculos, teorias e fórmulas fixavam na minha cabeça.

 

Então, resumão de forma prática:

1- Coloque no calendário e fixe um compromisso para realizar as listas de exercícios

Separe blocos de tempo para realizar as listas, organize todo o material necessário de maneira prévia e treine conscientemente o máximo que puder nesse tempo, mantenha as distrações longe e FOCO TOTAL no estudo.

 

2- Entenda suas dificuldades

Entenda quais conceitos serão usados em cada exercício e quais suas dificuldades dentro disso.

Se não existir direcionamento prévio do(a) professor(a) na lista de exercícios, escolha uma quantidade de exercícios que englobem todos os conceitos que serão cobrados.

Essa quantidade em cada tópico pode variar de acordo com a sua dificuldade: treine mais o que você tiver mais dificuldade, mas não esqueça de ter bem estabelecido e sólido os conceitos que são mais fáceis pra você.

 

3- Não entre no piloto automático

Às vezes rola aquele pedido de ajuda pra galera no grupo da turma e pode ser até que surja a resolução dos exercícios na sua mão.

Exercícios resolvidos podem ser uma ótima fonte de suporte para realização das listas. Se eles estiverem presentes na sua organização, evitará que você se envolva com outras coisas e caia nessa piscina infinita de distrações.

Tem muita gente fazendo exercício resolvido e explicando passo a passo na internet. Eu gosto bastante do Me Salva!. Apesar do foco ser conteúdo de ensino médio (para o ENEM), no canal principal deles tem bastante conteúdo de nível universitário (é só procurar “me salva exatas” no youtube), e há pouco tempo eles lançaram um canal focado para o reforço universitário.

 

Apesar disso, NÃO ESTUDE NO MODO PILOTO AUTOMÁTICO.

 

Compreenda os conceitos utilizados nos exercícios resolvidos e seus passos, mas após o entendimento, treine por conta própria!!

Faça novamente o exercício sem dar aquela olhadinha na resolução, treine outros exercícios e repita o processo.

confused comedy central GIF by Corporate

 


DICA GERAL BÔNUS

Qual jeito você aprende melhor?? Existem diversos estilos de aprendizagem e se você é uma pessoa que aprende mais ouvindo, essa dica é pra você.

Você pode utilizar o Microsoft Edge para ouvir seus PDFs. Nele, é possível utilizar a ferramenta “LER EM VOZ ALTA”, e ele vai literalmente ler todo o texto para você escutar.

É uma alternativa legal pra quem não curte muito ler, mas atenção:

Não adianta colocar o fone de ouvido para ouvir os textos e ficar fazendo coisas paralelas. Ouça com FOCO TOTAL na atividade para realmente absorver o conteúdo!

Tenha um caderno ao lado e vá fazendo anotações dos tópicos principais para ajudar a focar. Escrever no computador pode até fazer com que fique mais fácil de pesquisar depois, mas nada substitui o papel e caneta!

happy headphones GIF by Soul Train


 

Entãoooo… chegamos ao final desse segundo post do #misturando.

Você percebeu como as opções entre as áreas quase não mudam? A principal diferença é o direcionamento de cada uma delas.

Nós sabemos que cada um encontra sua própria maneira de se organizar e manter controle sobre o que foi feito e o precisa fazer.

E você, usa algum app, extensão do google ou tem algum método específico para se organizar?

Aproveitando a deixa, ficamos muito felizes por sua leitura e esperamos te ver novamente novamente no próximo post da coluna, daqui duas semanas.

E, claro, não se esqueça de dar uma lida no post complementar a esse :)

Comunidade do Estágio
Julia Vizotto
Julia Vizotto Seguir

Colunista Oficial da Comunidade. Estudante de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você