[ editar artigo]

Especialista ou Generalista? Qual caminho devo seguir?

Especialista ou Generalista? Qual caminho devo seguir?

 

Você já parou para pensar, que durante todo nosso ensino escolar (isso inclui a faculdade), nós somos incentivados a sempre se especializar?

Focar naquela área do conhecimento, naquele nicho específico, fazendo um mestrado ou até mesmo um doutorado?

 

Então, essa é a famosa cultura do Especialista que está enraizada em nossa sociedade, em que nós temos que nos aprofundar apenas em um assunto e pronto.

O único jeito é ser a referência da área naquilo e vrau, estamos prontos.

 

Enquanto que é demonizado o Generalista, aquele que sabe pouco de vários assuntos.

Quem nunca ouviu um: "Ai, Administração é para quem está perdido".

Ou até: "Isso aí não dá dinheiro, porque todo mundo sabe fazer".

 

Calma lá, não é bem assim.

Como o mundo tem se tornado cada vez mais complexo, e a busca de soluções criativas para os mais diversos problemas está sendo cada vez mais requisitado.

 

Existe uma necessidade da combinação entre os dois, do Generalista e do Especialista, e esse é o conceito do profissional em formato de T (T-shaped professional).

Em que a parte de cima se refere ao Generalismo, em que temos uma noção geral de assuntos correlatos da nossa área de especialização.

E a base do T é o aprofundamento na nossa área, o que mais sabemos sobre.

 

Mas quero ir um passo além, faço aqui o seguinte questionamento: Sabemos tudo que irá acontecer conosco?

Ou de maneira mais simples, o nosso caminho está determinado?

A verdade é que não, pois o futuro é só um conceito que criamos, e ele não existe, tampouco o passado, mas esse debate filosófico fica pra outra hora hahahaha.

 

Voltando ao tópico principal, eu queria associar esse questionamento a lição dada por Steve Jobs naquele discurso famoso de Princeton.

Em que ele fala sobre ligar os pontos do nosso passado, que nos fizeram chegar onde estamos hoje.

Reflita, o que te levou a chegar até aqui?

Tenho certeza que tem uma história por trás, motivações, lutas, noites não dormidas ou mal dormidas.

 

O ponto que eu queria chegar era a associação desses dois conceitos, mas de uma maneira até mais expansiva.

 

Ir além dos campos próximos aos nossos para extrair princípios e insights que possam nos ser úteis em algum ponto de nossas vidas.

E na hora que precisarmos dele, estaremos preparados para encarar a situação.

Logo, a lição prática de hoje é:

 

Explore além dos teus interesses atuais

 

Quem sabe se a ideia do próximo unicórnio não aparece para ti?

 

Eai, curtiu? Quer saber mais sobre o assunto? Deixa ai nos comentários, feedback sempre é um presente!

Comunidade do Estágio
Carlos Hung
Carlos Hung Seguir

Colunista Oficial - "Acredito muito que a educação transforma e emancipa as pessoas e no potencial infinito de todes, eu sou químico/agilista/prof de inglês/marketeiro/interessado em pedagogia, bora trocar uma ideia e expandir nossos horizontes?"

Ler conteúdo completo
Indicados para você