[ editar artigo]

Você é um bom estrategista?

Você é um bom estrategista?

Estratégia (s.f.)
Meios desenvolvidos para conseguir alguma coisa; forma ardilosa que se utiliza quando se quer obter alguma coisa; habilidade, astúcia, esperteza.

Estratégia é uma palavra derivada do grego strategós, que é a junção das palavras stratos (exército) e agos (liderança/comando), essa era a forma como eram chamados o generais responsáveis pelo comando de tropas militares.

Com o decorrer do tempo, a palavra passou por uma ressignificação e atualmente é bastante utilizada no meio corporativo, visando o gerenciamento e planejamento de algo.

Para além do mundo corporativo, a estratégia é uma habilidade fundamental na vida de uma pessoa que visa o sucesso, seja ele pessoal ou profissional, pois é com ela que seremos capazes de atravessar momentos de crise e planejar o nosso projeto de vida (pretendo falar mais sobre isso em um post futuro).

Hoje, vamos focar no gerenciamento de momentos de crise.

"A crise faz com que tenhamos que repensar coisas. Ao repensar, podemos mudar e dar uma resposta nova." (Leandro Karnal)

Nosso cérebro adora uma repetição, ele gosta de fazer as coisas do jeito que ele já conhece, sabe que funciona e não precisa gastar tanta energia pra executar. 

Entretanto, os momentos de crise são justamente aqueles em que tudo muda, dificuldades surgem e, para superá-los, precisamos criar estratégias.

Um grande exemplo de momento de crise é a pandemia que estamos vivendo. 

Grande parte de nós achávamos que 2020 ia ser O ano, mas estávamos muito enganados. Ele chegou atropelando os planos de geral!


Lá em março não fazíamos ideia de que a quarentena duraria tanto tempo. Particularmente, pensei que em um mês as coisas seriam resolvidas e voltaria tudo ao normal. Tadinha...

Para sobreviver a essa nova realidade, nós precisamos aprender a utilizar (vários) aplicativos de vídeo chamada e nos adaptar em nossos estágios, nas aulas da faculdade, em trabalhos voluntários, etc. 

Algumas pessoas conseguiram fazer isso muito bem, outras nem tanto.

E é aí que vemos quem é um bom estrategista.

Muito importante: uma grande quantidade de pessoas não conseguiu se adaptar por questões psicológicas, outras não possuem acesso a aparelhos tecnológicos e a internet, não são essas pessoas que estou citando aqui, mas aquelas que estão bem psicologicamente e possuem acesso à tecnologia, mas não conseguiram realizar a quebra de paradigmas.

Paradigma é o modelo padrão de como algo funciona, pode ou é realizado. E a sua quebra ocorre quando alteramos esse modelo padrão de pensamentos ou atitudes.

Para realizar a quebra de paradigmas, é necessária uma ação otimista e estratégica, ou seja, uma ação concreta que deriva de um pensamento otimista.

Não é só ser otimista e esperar que algo bom aconteça, é ser otimista e criar uma estratégia para alcançar coisas boas em um futuro próximo.

"Um bom estrategista não é somente aquele que pensa no agora, mas aquele que está a um passo a frente, pensando no momento seguinte." (Leandro Karnal)

Quais são nossos objetivos de curto e médio prazo? Como podemos utilizar o tempo que temos disponível para nos aproximar desses objetivos? 

Baseando-se nessas perguntas, podemos dar os primeiros passos na elaboração de uma estratégia.

Caso você esteja passando por um momento de grande desânimo, seguem algumas dicas que me ajudaram (e estão ajudando) a passar por esse momento de crise:

  1. Faça uma lista
    Coloque os seus objetivos no papel, tornando-os visíveis. Aprender um novo idioma, aumentar suas notas, se tornar especialista em determinado assunto, enfim, tudo o que você quer fazer mas não consegue nesse momento. Isso ajudará o seu cérebro a ter mais noção do que precisa ser feito.
     
  2. Comece aos poucos
    Não precisa começar lotando a sua agenda de coisas pra fazer, dê um passo de cada vez. Eleja algo da sua lista e faça um pouquinho a cada dia, e sempre que conseguir, comemore muito! 
     
  3. Se imagine aonde quer chegar
    Se imagine com o seu objetivo alcançado. Quer falar inglês fluentemente? Se imagine batendo um papo com um nativo e o quanto você ficará feliz com isso. Quer a efetivação no estágio? Imagine o quão alegre você vai ficar recebendo a notícia da efetivação. Isso ajudará muito a passar por momentos de desânimo.
     
  4. Estratégias são mutáveis
    Caso a sua estratégia não esteja funcionando, ela pode (e deve) ser alterada. Veja quais pontos não deram certo e os ajuste, sendo sempre sincerx com você mesmo sobre até onde você pode ir nesse momento. Se respeite!
     
  5. Não negocie com você mesmo
    Lembre-se: o seu cérebro não gosta de mudança e ele vai fazer de tudo para te atrapalhar! Por isso, não fique pensando o que precisa ser feito, só vai e faz. Quando você pensa muito sobre, acaba negociando com você mesmx justificativas para deixar para depois ou para não fazer o que precisa ser feito. Menos pensamento e mais ação!

Um bom estrategista não nasce bom, mas torna-se.


Outras postagens da autora:
3 lições que podemos aprender com HOMECOMING - A film by Beyoncé
Qual a importância do autoconhecimento?

Comunidade do Estágio
Eduarda Cavalcante
Eduarda Cavalcante Seguir

Sou graduanda em psicologia e tenho três grandes paixões: as pessoas, a comunicação e a educação.

Ler conteúdo completo
Indicados para você