[ editar artigo]

Pandemias e a arte de equilibrar a mente: saúde mental em um momento de vulnerabilidade

Pandemias e a arte de equilibrar a mente: saúde mental em um momento de vulnerabilidade

Numa das raras vezes que saí de casa recentemente, passei em frente a uma banca de jornal e me deparei com um livro que de imediato me chamou a atenção. De capa roxa, ilustração e título chamativos, Pandemias e a arte de equilibrar a mente (Editora Lafonte) parecia o tipo exato de livro que eu estava precisando ler no momento. 

Qual não foi minha surpresa ao encontrar na obra, uma espécie de guia, em 64 páginas, de fácil imersão e entendimento, que trata de diversos assuntos relacionados a pandemias, saúde mental e autocuidado


CRISE, COMPORTAMENTO E TRANSTORNOS

Ao utilizar a situação incomum (porém não inédita) a qual toda a humanidade está inserida como ponto de partida, Pandemias e a arte de equilibrar a mente utiliza de um texto dinâmico para alertar sobre a alta possibilidade de doenças como a depressão e transtornos de ansiedade manifestem-se em um instante de vulnerabilidade. 

O isolamento social, a incerteza, o medo da contaminação e da perda de pessoas queridas, somadas a questões como desemprego e instabilidade econômica, representam um solo mais que fértil para o estresse, a estafa mental e a tristeza constante, que por sua vez, não podem permanecer desassistidos de maneira alguma.


TERAPIA E TRATAMENTOS 

Se por um lado, a suposta estabilidade que se conhecia foi perdida, por outro, passamos a dar atenção a fatores que sempre ficavam escondidos embaixo do tapete e “deixados para depois”.

A terapia que é essencial (e por conta da falta de informação também sempre sofreu com estigmas sociais e preconceitos), parece ter ganhado valorização perante o atual cenário. Segundo reportagem da revista Medicina S/A de 6 de setembro de 2020, na plataforma de serviços GetNinjas, a busca por psicólogos no Brasil aumentou 429% em agosto, em comparação ao mesmo período de 2019.

Além da necessária busca por amparo através de psicólogos e psiquiatras, outras formas de acalmar a mente são citadas no livro, como a meditação, a prática de exercícios físicos diários, o cuidado com o ambiente em que vivemos, a adoção de hábitos saudáveis principalmente na hora de dormir, e terapias naturais baseadas nas medicinas chinesa e indiana também são complementos importantes para se encarar tudo o que vem ocorrendo com um pouco mais de leveza.

 

PANDEMIA DE FAKE NEWS

Como se não fosse suficiente todo o caos provocado pelo coronavírus, ainda há uma segunda pandemia a se levar em consideração: a das notícias falsas.

Conteúdos falaciosos, com títulos chamativos e alarmantes, podem parecer inofensivos, mas são capazes de espalhar a intolerância e o pânico, principalmente quando o alvo são assuntos relacionados à saúde e vacinas. E se para a COVID-19 ainda não há cura conhecida, para as fake news o remédio está justamente em sua não disseminação.

Ao final do livro, é possível conferir dicas preciosas a respeito da apuração das fake news, como a necessidade de ler um conteúdo na íntegra - e não somente sua manchete - para se certificar da veracidade, reparar na data da notícia em questão, bem como em sua formatação, checar se as fontes são confiáveis, e só compartilhar depois de ter certeza a respeito da validade de tal conteúdo.


É PRECISO CUIDAR

Por mais que aos poucos o mundo esteja tentando voltar ao normal, ainda é muito complicado assimilar tudo o que vem ocorrendo em 2020. Deixamos rotinas de lado por motivo de força maior, e agora mais do que nunca (e como diz o título do livro) é preciso dominar a arte de equilibrar a mente, e olhar para nossa saúde mental com mais cuidado.

Se precisar de ajuda, não hesite e procure um profissional. Seja agora ou depois que a pandemia terminar, lembre-se: você não está sozinho!

Onde procurar ajuda:

CVV (Centro de Valorização a Vida):

Acesse https://www.cvv.org.br/ ou ligue 188.

APOIAR - Atendimento Online:

Acesse http://www.ip.usp.br/site/apoiar-atendimento-on-line/

 

Fontes:

https://medicinasa.com.br/setembro-amarelo-burnout/

- Todos os GIFS utilizados ao longo desse texto foram retirados do Pinterest.

Comunidade do Estágio
Mariana Fekete Oshima
Mariana Fekete Oshima Seguir

Futura publicitária, apreciadora de boas histórias e escritora de corpo e alma. Apaixonada por livros, e mais apaixonada ainda pela possibilidade de tocar pessoas com palavras.

Ler conteúdo completo
Indicados para você