Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Ideias ruins, o que fazer com elas?

Ideias ruins, o que fazer com elas?
Ely Andrade
set. 17 - 4 min de leitura
13 Curtidas
9 Comentários
0

 

Faz algum tempo que tento abordar sobre criatividade em um artigo aqui na comunidade. Pra ser sincero desde o começo das atividades por aqui.

Pensei em elaborar algo inspirador, como algumas dicas para melhorar o processo criativo e exemplos, mas infelizmente nenhuma ideia brilhante se acendeu na minha cabeça.

Outros temas surgiram na pauta e consegui desenvolver artigos a respeito, mas esse era pra ser o artigo pioneiro, sabe?👉👈

Queria muito falar sobre, mas só tinha ideias fracas e pouco imersivas.

Por causa disso pedi ajuda a alguns amigos, fiz um brainstorming com eles pelo Instagram e me sugeriram ótimas ideias, além desse processo ter clareado a minha mente (já deixo meu muito obrigado a vocês, mais uma vez :)

Depois disso resolvi falar sobre o que fazer com as ideias que aparentemente não tem serventia - as ideias ruins.

Bom, esse artigo vai ser uma mão amiga para você que precisa frequentemente ter ideias e às vezes não chega ao resultado esperado. 

Chega mais pra saber o que fazer com as ideias-não-tão-boas-assim. 

 

Então vamos lá:

1 - Tenha ideias ruins


Agora você deve pensar que eu sou meio louco, e talvez esteja certo (humor, humor, calma).

Digo isso porque na realidade nos prendemos a não desenvolver algumas ideias já que as consideramos como de baixa qualidade, e como resultado disso não desenvolvemos nenhuma ideia.

Nosso cérebro precisa se manter exercitado, habituado a criar soluções e resolver problemas. Interromper o processo criativo brecando as "más" ideias se torna prejudicial. Por isso gosto da frase de Seth Gogin, que diz:

 

“Não tenha medo de ter ideias ruins. Ruim é não ter ideias.”

 

 

2 - Deixe elas no forno

 

 

Depois de ter tido uma ideia ruim anote-a. E aqui vai uma dica boba, mas importante: anote todas as ideias que surgirem. Já perdi diversas por pensar que depois me lembraria. 

Agora se possível tente desenvolver as ideias, no papel, no computador, onde você achar melhor. Desenvolva utilizando sua criatividade, como se fosse uma ideia daquelas!

Em algum momento ela será útil, mesmo que não seja a protagonista pode servir como base para outro projeto.

 

3 - Peça a opinião das pessoas que confia

 

 

Às vezes estamos sem ideia nenhuma, no mundo obscuro do bloqueio criativo. Nesse momento a gente precisa daquela ajuda do network.

Por isso não tenha vergonha nem medo de pedir a opinião deles. 

Esteja aberto para ouvir as críticas e sugestões. Preste bem atenção, tudo pode ser útil e, afinal, as pessoas estão dando algo pra você que não volta: o tempo delas. Valorize. Agradeça.

 

 

 

Por fim, não desista do projeto em que vem trabalhando porque não tem sido da forma como planejou.
Às vezes não estamos bem para colocar em prática, seja por conta de um problema familiar que nos abalou, o emocional que nos tira do clima ou até mesmo uma pandemia, e aqui foge a necessidade de explicar os desdobramentos negativos.

Não se cobre tanto, e se permita a tentativa de dar voz às ideias ruins.

 

 

Bom, esse artigo foi um relato pessoal, um compilado de coisas que ouvi e executei ao longo desse período escrevendo pra comunidade. Nesse processo tive ajuda de amigos, conhecidos e outros colunistas aqui da comunidade.

Enfim, saiu um conteúdo sobre criatividade - não exatamente preso à ela, mas você entendeu. Por este motivo vou deixar algumas referências que me inspiram, tanto dentro quanto fora da comunidade. Lá vai:

- Artigo "Por que você deve se sentir criativo?" do Colunista Daniel Siqueira;

- Artigo "Você sabe o que é PDI" da Colunista Rayssa Silva;

- Artigo "Slow Blogging, uma filosofia em ascenção" da Colunista Elisa Carletto;

- Podcast Briefing de Boteco #04 Devaneios Sobre Criatividade, com o Vitor Júlio estreando na voz ;)


 

Tem alguma experiência parecida? Conta pra mim aqui nos comentários, ou quem sabe num post aqui pra todos na comunidade, tenho certeza que irá agregar muito!

Tem alguma referência boa quando o assunto é inspiração e criatividade? Lança a braba aí embaixo também!

Valeu por ter lido até aqui e...

Até a próxima coluna!

 

#AUInfinitoEAlém


Denunciar publicação
13 Curtidas
9 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você