Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Você também se sente uma fraude?

Você também se sente uma fraude?
Alice Petry
fev. 17 - 3 min de leitura
1 Curtidas
0 Comentários
0

No início deste ano, enquanto eu ainda trabalhava como consultora de vendas, ganhei uma medalha da minha empresa pelo meu desempenho em 2020. Fiquei bem feliz, mas ao mesmo tempo culpei a sorte de ter conseguido boas clientes pela minha "vitória".  Algumas semanas depois, minha gerente entrou de licença-maternidade e eu fiquei com medo de finalmente perceberem que eu só tinha um bom desempenho porque ela me ajudava. Dias depois, eu fui transferida para um novo local de vendas e o receio de descobrirem a minha farsa só aumentou. Escolhi encerrar a minha trajetória na empresa por motivos pessoais pouco tempo após a minha transferência, mas o sentimento de ter enganado todo mundo durante quase dois anos ainda não me deixou.

No início deste mês, publiquei aqui sobre autossabotagem* e prometi a mim mesma que faria o possível para me livrar deste mal, sem me dar conta de que eu estava sofrendo de uma das formas mais óbvias dele: a síndrome de impostor.

As vítimas deste auto boicote não reconhecem ou celebram suas próprias vitórias, acreditam que a sorte é a responsável pelas suas conquistas, morrem de medo de cometer erros e duvidam de si mesmas o tempo todo. O sentimento de se sentir uma fraude apesar de ser competente e bem sucedido é algo que, segundo pesquisas, afeta principalmente mulheres e acadêmicos e, ao contrário do que algumas pessoas pensam, a síndrome do impostor não tem muito a ver com autoestima, mas com perfeccionismo. Os perfeccionistas se cobram excessivamente e tendem a estabelecer metas irrealistas para si mesmos, se frustrando facilmente quando não atendem às suas próprias expectativas.

Alguns acontecimentos, como passar em um processo seletivo ou ganhar uma promoção no trabalho, servem de gatilho para algumas pessoas, enquanto outras desenvolvem esta síndrome por causa da maneira como foram criadas por suas famílias.

Se você se identificou com o que leu aqui e também se sente uma fraude, isso significa que você realizou algumas coisas importantes e não consegue reconhecer o seu próprio mérito! Tente transformar este sentimento em gratidão pelas suas conquistas, comece a perceber quais são os seus gatilhos e, se possível, busque a ajuda de um psicólogo. Escrevo estas palavras tanto para você quanto para mim. Já está na hora percebermos o quanto a gente é incrível!

                                  "Quem é incrível?"

*você pode conferir o texto aqui: https://comunidadedoestagio.com/blog/autossabotagem-o-que-e-e-como-se-livrar-dela


Denunciar publicação
1 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você