Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Setembro & Saúde.

Setembro & Saúde.
Pricila Halana Melchior
set. 16 - 2 min de leitura
2 Curtidas
0 Comentários
0

Estimado Leitor (A), Boa noite!

Espero que se encontres bem :)


Antes de qualquer alvoroço, não, não iriei tirar minha vida! Encontro-me bem, em um momento de muitas transições na vida pessoal e profissional. 


Setembro tem uma característica marcante nos ultimos anos.

O suicídio faz parte da sociedade, essa que está doente. 

Está tão presente, que mal nos damos conta que a pessoinha ao lado "grita" por ajuda as vezes. 

Esse fenómeno necessita de atenção. De escuta atenciosa, profunda,  repleta de cuidados, empatia e respeito. A dor que ele sente, só ele sabe traduzir, por meio de palavras, lágrimas, imagens... Dar a ela essa abertura, requer que você tenha a mentalidade de compreender que ela confia em você. E uma vez essa confiança quebrada, consequências terríveis podem vir. 

Lidamos constantemente com seres humanos de diferentes fatores, histórias, vidas, sentimentos...

Atentar-se com mudanças de personalidades e humor são fundamentais para poder notar que algo não está bem, que uma assistência psicológica precisa ser realizada. 

Outros, por vezes, permanecem com as suas vidas "normais",  e num piscar de olhos, tiram a sua própria existência

Particularmente, quando situações começam a ser estranhas, com pessoas de vidas "normais", desconfio. E lá está, nas entrelinhas


Oferecer suporte emocional e informar sobre a ajuda profissional, bem como se mostrar à disposição, caso ela queira conversar novamente, são pontos importantes. Se a pessoa falar claramente sobre os seus planos de se matar e parece estar decidida quanto a isso, é primordial que ela não seja deixada sozinha. (CVV.ORG)


Bem como a citação diz, se você sentiu, ou a pessoa disse abertamente o seu pensar, não a deixe-a. Permaneça com ela, escute-a.

Conforme o levantamento deste ano, a cada 40 segundos uma pessoa se mata no mundo. OMS (Organização mundial da Saúde).

TENSO! Sim! Meu Deus!

São tantos fatores que podem levar um ser humano a tirar a própria vida, como, por exemplo: Transtorno de humor, Psicoses, Transtornos de Ansiedade, Demências e Transtorno de Personalidade. 

(Temas para um próximo texto.)

Não deixe de pedir ajuda!

Não é vergonha nenhuma! O corpo social precisa aprender a entender, que nem tudo é brincadeira!

Vidas são importantes!

Estou aqui se você precisar!

Ou, ligue 188!!




#setembroamarelo #saudemental 






Denunciar publicação
2 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você