[ editar artigo]

O mesmo gatilho que matou o gato me fez vender, descubra o porquê

O mesmo gatilho que matou o gato me fez  vender, descubra o porquê

Aconteceu algo muito legal na semana passada que eu tenho que te contar.

Consegui fazer minha primeira venda na Internet como afiliado de um curso.

Isso foi bastante animador, pois, já tinha visto resultado com outras pessoas, mas nunca comigo.

O que aconteceu, foi que no próprio curso, aprendi as “dicas” de como vender.

Logo, nesse post quero compartilhar um pouco dessa experiência e da principal estratégia para atrair pessoas e chegar à venda (ou gerar uma ação).

Mas o que o gato tem a ver com essa história?

Já ouviu a expressão, “a curiosidade matou o gato”?

Ela surgiu na Europa, na Idade Média.

Como as pessoas daquela época associavam os gatos às bruxas,( especialmente os pretos que, pois pensavam que atraía má sorte), elas criavam armadilhas com coisas que chamavam a atenção dos felinos, e a curiosidade deles, os faziam cair nelas.

Felizmente, hoje isso é apenas uma expressão, que busca alertar pessoas do perigo excessivo da curiosidade. 

Ora, se é necessário fazer esse alerta, isso significa que os seres-humanos são tão curiosos  como os gatos.

E nós, os profissionais da Publicidade e Marketing, especialmente os que usam da escrita persuasiva (assim como esse que vos escreve...rs), sabemos disso e usamos essa estratégia a nosso favor com a finalidade de atrair pessoas a tomarem determinada ação. Seja comprar, clicar, abrir, etc.

Isso se chama “gatilhos mentais”.  Aliás, já falei sobre o assunto em um outro post, usando o Club House como referência. 

Se você não conferiu ainda e quiser aprender mais sobre isso, deixarei o link ao final desse post. Beleza?

Acredito que ficou claro, que a relação entre o gato e a pessoa, é que ambos são extremamente curiosos.

Aliás, creio que provavelmente o que fez você querer ler esse post, foi a curiosidade do título, acertei? Deixa eu saber disso nos comentários.

Como eu disparei o gatilho para vender

Agora que você já sabe que a curiosidade é um gatilho mental e como isso pode ser usado para atrair pessoas, posso te contar sobre como usei essa estratégia para fechar uma venda?

Bom, eu não tinha o costume de gravar vídeos, especialmente nos stories

Confesso que me identificava mais com áudios e com a escrita do que com os vídeos. 

Então, simplesmente gravei uns stories em meu whatsapp, contando que estava sobre aquele momento novo e que fui desbloqueado até mesmo pra gravar vídeos e por fim,  falei que, quem desejasse saber mais sobre o que aconteceu, era só me chamar.

Também comentei sobre o assunto, para um amigo que não era acostumado a usar a Internet em seu negócio e ele já havia me dito que queria vencer isso (Inclusive, foi ele quem comprou). 

Isso foi tudo que fiz, mas foi o suficiente para despertar a curiosidade.

As pessoas vieram me procurar, primeiramente para saber o que aconteceu, e depois, se sentiram à vontade para  se abrirem comigo, comentando sobre seus bloqueios e dificuldades no mundo digital.

Vi por conta própria, que as vendas na Internet acontecem através do relacionamento.

Com isso, eu poderia enumerar três coisas que você pode fazer para vender na Internet baseado em minha experiência que é:

  1. Atrair com o gatilho mental da curiosidade (que é o nosso assunto principal aqui, sem isso não teria venda)

2. Se relacionar com o fim de ajudar a pessoa, tirar dúvidas, eliminar objeções e gerar confiança

3. Fazer a oferta para enfim, vender .

Às vezes isso vai demorar algum tempo, outras vezes nem tanto. Mas de uma coisa é certa, se gostar de ajudar pessoas a resolverem seus problemas, e souber como se relacionar bem com ela, você conseguirá vender. 

Acredito que ao falar sobre relacionamento, fica muito claro o porquê é importante gerar conteúdo.

Através deles, você vai não apenas atrair, mas também  manter o relacionamento com sua audiência.

Pessoas, compram de quem elas têm confiança e isso vem através do relacionamento. 

No meu caso, os “stories” no Whatsapp e as “conversas” individuais, foram o "conteúdo" que eu entreguei às pessoas que acabaram “fisgadas” pela minha estratégia de usar o gatilho mental da curiosidade. 

Conclusão

O uso do gatilho mental da curiosidade é uma baita estratégia para atrair pessoas, e pude ver isso na prática.

Se você vende algo ou simplesmente deseja uma reação das pessoa, como curtir um post seu, por exemplo, experimente fazer algo que desperte a curiosidade, para que assim, elas possam no mínimo “querer saber mais sobre”.

Só não esquece de reter a atenção depois. Criação de conteúdo e constância são muito importantes.

Mas não se preocupe, esse é um dos assuntos que eu costumo comentar por aqui, é só continuar me acompanhando. 

Falando nisso, se você quiser aprender mais sobre gatilhos mentais,  falo sobre o assunto, tendo como base o sucesso do Club House (pelo menos na época em que escrevi só se falava nele..rs)

Só clicar aí embaixo para aprender mais: 

https://comunidadedoestagio.com/blog/segredo-revelado-o-sucesso-por-tras-do-clubhouse

Por hoje, vou ficando por aqui...

Mas quero saber de você, como pretende usar essa estratégia?

Coloque aí nos comentários...

Ahh... Só mais uma coisa, envie esse post para aquela pessoa que vive te enviando link para baixar o Kwai (e você não quer), quem sabe ele não aprenda a fazer isso de uma outra maneira né? Fica a dica..rsrs

Até a próxima!

Comunidade do Estágio
Thiago Costa Tinoco
Thiago Costa Tinoco Seguir

Músico, cantor, compositor, escritor, casado, cristão, estudante de publicidade e propaganda pela UNIASSELVI, content e copywritter na V4 company

Ler conteúdo completo
Indicados para você