[ editar artigo]

O Design Thinking para soluções em TI - Parte II

O Design Thinking para soluções em TI - Parte II

(Esse texto é a segunda parte de uma série de 3 textos. Confira a parte I aqui!)

 

No primeiro texto da série vimos conceitualmente o que é o Design Thinking e como ele se divide em fases. Agora, iremos nos aprofundar um pouco mais nessa abordagem. Vamos lá!

 

Por que usar o Design Thinking?

O Design Thinking é baseado nos pilares de exploração (ou empatia), colaboração e experimentação. Através de sua abordagem, ele se caracteriza como uma maneira de se encontrar soluções mais inovadoras baseadas nas necessidades reais do mercado. Essa configuração permite que ele seja usado junto com outras metodologias e ferramentas, como o Lean Startup.

Além disso, o modelo do Design Thinking segue a ordem lógica da tomada de decisões, que segundo Robbins, DeCenzo e Wolter (2013) consiste em:

1- Identificar o problema;

2- Coletar informações relevantes;

3- Desenvolver alternativas;

4- Avaliar cada alternativa;

5- Selecionar a melhor alternativa;

6- Implementar a decisão;

7- Acompanhar e avaliar.

No contexto de Soluções em TI, se não tomarmos certos cuidados em todas as fases da criação do sistema, podemos chegar a um produto que atenderá o que foi proposto de forma precária. Dessa forma, devemos ter cuidado desde a primeira ideia até os testes!

 

Como usar o Design Thiking?

Através da aplicação do Design Thinking objetiva-se desenvolver soluções inovadoras para os problemas do cliente. A mentalidade adotada deve ser orientada à valor, criando soluções que simplifiquem, automatizem, promovam novas situações de consumo, reduzam custos ou gerem mais valor agregado.

As fases devem ser seguidas e métodos, bem como ferramentas, deve ser utilizados para melhorar os resultados da equipe de desenvolvimento. Na fase de ideação, por exemplo, o uso do Brainstorming é imprescindível. 

 

E continua…

Conseguiu entender um pouco mais do Design Thinking? Está mais claro como ele pode ser utilizado no processo de criação e desenvolvimento de soluções em TI? No próximo texto da série, vamos conhecer melhor as suas fases e como ele é utilizado na prática. Até lá!

 

Referências

ROBBINS, S. P.; DECENZO, D. A.; WOLTER, R. Fundamentos de Gestão. 1ª Edição. São Paulo: Editora Saraiva, 2013.

 

ROCK Content – Design Thinking: uma forma inovadora de pensar e resolver problemas, 2020. Disponível em: <https://rockcontent.com/br/blog/design-thinking/>. Acesso em 02 de set. de 2020.

Comunidade do Estágio
Marcelo F Fortunato Jr
Marcelo F Fortunato Jr Seguir

Colunista Oficial da Comunidade do Estágio. https://about.me/marcelo.jr

Ler conteúdo completo
Indicados para você