[ editar artigo]

O Cinema no dia a dia da Universidade

O Cinema no dia a dia da Universidade

O audiovisual é, além de entretenimento, um objeto de estudo em diversos cursos universitários. Seja como protagonista, como nos cursos de Cinema, Produção Audiovisual, Rádio, Comunicação, ou como coadjuvante, em outros cursos da área de humanas. No entanto, o Cinema ainda não é utilizado em toda sua potência como artefato de aprendizado em cursos que não o tenham como protagonista. 

Aí vem a pergunta: "mas como eu, estudante de direito, vou aprender com filmes?" Ora, existem diversos filmes que abordam as mais variadas áreas do direito. Só para citar alguns exemplos: A Firma (1993), Hotel Ruanda (2004), 12 Homens e Uma Sentença (1958). Todos essas obras, ou trazem reflexões sobre ética, ou mostram com veracidade os desafios de um profissional da área. No entanto, ainda são pouco utilizados como ferramenta de aprendizado dentro do curso de Direito. 

Para se ter uma ideia, ainda seguindo com o curso citado, existe uma disciplina eletiva no curso de Comunicação Social da UFRJ (o qual faço parte), chamada Cinema e Direito, assim como Cinema e Psicologia e outras áreas que não necessariamente fazem parte da Comunicação. 

Já que falei de Psicologia, trago também alguns filmes que abordam estudos e fazem reflexões em torno da área. Os meus favoritos são: Laranja Mecânica (1972), Precisamos falar sobre o Kevin (2012), Três Mulheres (1977), Poesia (2011). 

Posso falar até sobre como Stanley Kubrick abusava da Física e da Matemática em seus filmes, que são conhecidos por sua simetria e perfeccionismo, mas não quero, com este artigo, fazer listas sobre filmes que se encaixam em cada curso.

O que venho propor é uma breve reflexão acerca do preterimento do audiovisual na universidade. É claro que livros, textos, artigos, e outros objetos de leitura são extremamente necessários e precisam sim continuar a ser utilizados, porém, por qual motivo muitos cursos e universidades continuam a tratar as obras audiovisuais como puro entretenimento, quando elas trazem tantas reflexões e objetos a serem estudados quanto livros? 

É importante lembrar que leitura não se faz apenas em livros. Longas se leem. Documentários se leem. Curtas se leem. Videoclipes se leem. O audiovisual precisa ser mais reconhecido no meio universitário. 

Comunidade do Estágio
Ler conteúdo completo
Indicados para você