Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

NAÇÃO ZUMBI

NAÇÃO ZUMBI
Talita Oliveira
ago. 5 - 3 min de leitura
12 Curtidas
7 Comentários
0

 

Bruno é um rapaz de 22 anos, estudante de Engenharia e precisa entregar seu TCC em até 4 meses. No entanto, Bruno não consegue se organizar, possui muitos problemas em casa e não consegue conciliar a demanda do estágio e a universidade. Um belo dia, Bruno desabafa com um amigo sobre essas questões e ele aconselha: "Cara, tu tá precisando dela, me dá uns trocado que arrumo pra você!". 

Bom, agora você me pergunta. Precisando de quem? 

A pílula da inteligência, a famosa RITALINA.

Esse bombástico medicamento pertence à família das anfetaminas, ela é classificada pela Drug Enforcement Administration como um narcótico e tem os mesmos mecanismo de ação da cocaína. CUIDADO QUE VICIA EIN! Esse medicamento tem por finalidade tratar crianças e adultos que possuem TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade).

No entanto, cada vez mais o uso indevido do medicamento no dia-a-dia dos estudantes tem se tornado rotina. Quer varar a noite estudando com total foco e concentração? Taca-lhe ritalina. Tem uma atividade super importante no estágio e precisa absorver o contéudo de forma rápida? Taca-lhe ritalina. 

Uma pesquisa realizada na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em 2012, revelou que a Ritalina não produz efeito em pessoas sem o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

 

 A Ritalina não aumenta a capacidade cognitiva de pessoas saudáveis. “O que nós observamos foi uma sensação de bem-estar geral."

 

Nosso queridinho da Medicina adverte sobre isso nesse vídeo:

 

Sentiu a barra pesada né?! Lê até o final porque vou continuar a história..

Bruno ingeriu Ritalina por 3 meses e foi incrível como sua vida mudou, escreveu mais da metade do TCC, estudava mais de 10 horas por dia com total foco, virou uma máquina de produtividade no estágio e dormia 4 horas num período de 24 horas. Isso que eu chamo de realização profissional!

Perto do final do período e do seu contrato do estágio, Bruno começou a sentir mal-estar, não conseguia dormir, quando comia o vômito era certo, entrou em uma depressão profunda. Ninguém havia explicado pra ele sobre os efeitos..

 

Mas a propaganda do produto era tão atrativa. Um meio pra sobreviver no ambiente universitário.

RESULTADO FINAL: TCC APROVADO COM NOTA 10 E PROMOÇÃO NO ESTÁGIO.

BRUNO COMEMORANDO:

Michonne GIFs - Get the best GIF on GIPHY

Parece que as coisas não terminaram tão bem assim.. É necessário cada vez mais a supervisão da prescrição correta do medicamento e a conscientização dos universitários sobre o uso indevido. Contudo, antes disso, precisamos refletir, qual a postura dos professores e da empresa perante essa situação? Produtividade não deve ser alcançada a qualquer custo. Zumbi até anda, mas já está morto por dentro.


Denunciar publicação
12 Curtidas
7 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você