Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Marcas Protagonistas

Marcas Protagonistas
Diego Cidade
jul. 12 - 3 min de leitura
5 Curtidas
0 Comentários
0

 

As marcas que não se posicionarem de maneira autêntica, que não tomarem as rédeas da sua essência, serão esquecidas para sempre.

As marcas do futuro, são as marcas protagonistas!

 

Protagonistas por contarem sua história

Protagonistas por terem significado.

Protagonistas por terem atitude.

 

Quando a gente fala da geração dos "young millennials” e a Geração Z, eles são os verdadeiros nativos digitais! 

 

Imediatismo, ansiedade e superficialidade são marcantes nessas gerações. 

Algumas pessoas da Geração Z sofrem se estão fora da internet e podem sentir, por exemplo, da síndrome FOMO (Fear Of Missing Out), é um tipo de medo de perder algo que pode estar acontecendo e que saberia através da internet.

Bizarro, né?!

Por isso mais do que nunca as marcas precisam estar atentas a eles, já que segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) a Geração Z passou a representar a maioria da população mundial, com + de 32% do total.

Superando já a geração dos Millennials no mercado de trabalho.

Também confirmada por uma pesquisa na Forbes, essa geração será quase 20% da força de trabalho nos Estados Unidos. Significa em torno de 61 milhões de pessoas. 

O centro Generational Kinectis são especialistas na nova geração e reportaram que esses jovens estão acostumados a terem conversas sobre seu lado financeiro antes das gerações anteriores.

Isso reflete diretamente na forma como eles lidam com as marcas e se engajam em suas causas.

Simplesmente a Geração Z deixa de comprar na Loja Online da Marca pelo site ser lento e difícil de usar. 

O assunto de Transformação Social é diretamente proporcional ao crescimento dessa deles nas redes sociais. 

Mais do que nunca eles estão a procura de marcas pelo seu protagonismo. 

Quanto mais humanizada ela for melhor! 

As marcas que se posicionam nas redes sociais de uma forma e não cumprem com esse papel frente ao seu cliente final, entram no que se chama "Cultura do Cancelamento”, onde os jovens nas principais redes sociais, como Twitter e Instagram, vão até a página da empresa para pedir explicação, reclamar, debochar e chamar mais pessoas para “cancelarem” e não comprarem o produto e/ou utilizarem o serviço. 

 

Essa é a Nova Era

As empresas precisam se cuidar. 

Mas também não é para ter medo. 
 

A Geração Z procura VERDADE.

Expressão de Valores individuais da Marca e Fuga de Rótulos.

É o que uma marca deve fazer se quiser ter destaque daqui pra frente.


Denunciar publicação
5 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você