Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Inspirações

Inspirações
MaJu Deolindo
set. 27 - 5 min de leitura
10 Curtidas
3 Comentários
0

O intuito desse texto é exaltar e apresentar para o querido leitor algumas das minhas inspirações literárias e autoras favoritas. Além de contar um pouco de suas trajetórias, os problemas que enfrentaram, as dificuldades, os sucessos e os fracassos.

 

Jane Austen

Hoje não se fala de literatura inglesa sem citar Jane Austen. Ela nasceu em 1775, e o que se esperava de uma mulher naquela época? Fazer um bom casamento para garantir uma segurança. Sendo que a autora foi completamente em contramão do que “deveria ser feito” e dedicou sua vida a escrever as suas obras (na época pouco valorizada).

Obras da autora: Orgulho e Preconceito, Emma, Persuasão, A Abadia Northanger, Razão e Sensibilidade e Mansfield Park.

Raquel de Queiroz

Nordestina e de origem humilde veio com a sua família para o Rio de Janeiro na tentativa de fugir da seca. Foi a primeira mulher a entrar na Academia Brasileira de Letras e a primeira mulher a ganhar o Prêmio Camões. Foi também jornalista, tradutora e teatróloga.

Obras: O quinze, As três Marias, Memorial de Maria Moura, e muitas outras.

Irmãs Brontë

As irmãs Charlotte, Emily e Anne foram grandes escritoras de sucesso e seu legado permanece até atualmente, pois também não se fala de literatura mundial sem citar seus livros. Em um primeiro momento elas publicaram seus romances por pseudônimos masculinos, para que não houvesse uma rejeição de suas obras pelo público, já que a sociedade em que viviam inferiorizava qualquer coisa feita por uma mulher. E seus livros fizeram bastante sucesso na época assim que publicados.

Livros: Jane Eyre, O morro dos ventos uivantes e Agnes Grey.

Cecília Meireles

Publicou seu primeiro livro aos 18 anos e no total mais de 50 obras. Foi professora, jornalista e pintora. Cecília dedicou a sua vida em prol da educação, aprendeu muito sobre o folclore brasileiro, literatura e sobre teoria educacional. O interesse de pela educação se transformou em livros didáticos e poemas infantis.

Obras: Espectros, A janela mágica, Romanceiro da Inconfidência, Nunca mais... E poemas dos poemas entre outras obras.

Agatha Christie

Publicou mais de 60 livros e é uma das autoras mais conhecidas e bem sucedidas do mundo da literatura popular mundial. Teve suas obras traduzidas para mais de cem países e bateu recordes de vendas em sua época, principalmente pelos romances policiais.

Minhas recomendações de suas obras: O assassinato do Expresso do oriente, Os cinco porquinhos, Os crimes ABC, Um corpo na biblioteca, Morte no Nilo e Depois do funeral.

Clarice Lispector

Nascida na Ucrânia chegou ao Brasil em 1926 com a sua família fugindo dos antissemitas. Ela foi escritora, jornalista e uma das maiores figuras emblemáticas do século XX, no Brasil.

Obras: A hora da estrela, Laços de família, Água viva, Felicidade de Clandestina, entre outras.

J.K. Rowling

É a autora de uma das maiores sagas de livros da atualidade e uma das mulheres britânicas mais bem sucedidas. Mas nem sempre foi assim, a escritora teve a ideia de escrever Harry Potter dentro de um trem em 1990.  Porém nesse período a  sua vida passou por muitos acontecimentos: sua mãe morreu, nasceu sua primeira filha, divorciou-se e declarou falência. Em 1995, finalizou o primeiro livro da saga e foi recusada em mais de 10 editoras. Somente em 1997 o livro Harry Potter e a Pedra filosofal foi lançado, e pouco tempo depois tornou-se um fenômeno mundial.

Cora Coralina

Um grande exemplo de que não existe uma idade pré-definida de quando se deve fazer algo novo ou diferente em sua vida. Nascida em 1889, estudou apenas até a terceira série e publicou seu primeiro livro aos 75 anos. Além disso, tornou-se umas das vozes mais relevantes da literatura brasileira.

Obra: Poemas dos becos de Goiás e Estórias mais, Meu livro de cordel, Estórias da casa velha da ponte entre outras.

Chimamanda Ngozi Adichie

Nascida na Nigéria, é uma mulher negra, feminista, escritora e uma das maiores figuras representativas da atualidade. Estudou um ano medicina e farmácia, mas encontrou na escrita sua verdadeira vocação.

Obras: AMERICANAH, Hibisco Roxo, Meio Sol Amarelo, Sejamos todos feministas, Para educar crianças feministas. 

Conceição Evaristo

Mulher, negra, de origem humilde, mineira, trabalhou como empregada doméstica durante muitos anos. Em 1973, veio para o Rio de Janeiro cursar Letras na UFRJ e foi a primeira pessoa em sua família a conseguir um diploma universitário. Hoje é escritora e acadêmica.

Obras: Olhos d’água, Ponciá Vicêncio, Becos da Memória, entre outras.

Se você gostou desse conteúdo fica de recomendação a leitura de outra coluna minha sobre Mulheres Extraordinárias:

  https://comunidadedoestagio.com/blog/mulheres-extraordinarias


Denunciar publicação
10 Curtidas
3 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você