[ editar artigo]

Era Uma vez...

Era Uma vez...

Desligados, porém, inteligentes...afetuosos e criativos, mas ainda tímidos no aprendizado do Design e Experiência do Usuário. Queremos expandir as fronteiras mas ainda nos falta raízes que não mais existirão e que estamos construindo o caminho ao caminhar, gerando estacas firmes em nosso solo. Eis a expansão do UX Design pelo Brasil.

Na maioria das vezes, atrás de novas ideias, bebemos nas fontes internacionais, entre viagens, livros e conteúdo que nos chegam por diversos canais onde vamos juntando dados para formar opiniões e “modus operandi” de como aprender para ser. Vamos nos transformando em profissionais que possam, mesmo sendo brasileiros, de um local no mapa desse país que engloba Carnaval, fome, falta de bibliotecas mas pessoas ávidas por descobrir, aprender, melhorar e criar novos padrões. Sim, continuamos criativos, com o frescor de desbravar novos caminhos.

Estamos começando a conquistar espaços porque a tecnologia e o design chegam cada vez mais com novos olhares aqui neste país que ensaiava sem samba enredo de apenas conhecer o que vinha de pontes aéreas e de pequenos fragmentos, construir algo maior.

Falar de UX no Brasil, através de várias contextualizações é como ler um projeto super complexo e conectado para um público que está absorvendo o conceito de design agora, amadurecido, moderno, renovado. E isso, traz um insight bacana porque surge daí, desses fragmentos tão ricos uma versão brasileira do padrão UX Design e que pode ser espalhada pelo mundo, com uma nova leitura.

Novas vagas e perfis estão surgindo com a nossa cultura de que Tecnologia e Educação aqui não chegam. Porém, pasmem! Essa inquietação de novos possibilidades e de novos pensamentos estão trazendo questionamentos às mentes brasileiras de que podemos modificar esse cenário e enriquecer o nosso repertório com relação à experiência do usuário.

Independentemente da idade, estamos sendo afetados, aos poucos, com o posicionamento de sair da inércia de que podemos aceitar todas as coisas e virar a chave de buscar soluções, de requer experiências mais funcionais para o nosso dia-dia, opções para nos deixar mais satisfeitos e que seja mais favorável para todos. Não estamos aceitando mais o “como era antes” se de fato, não servir mais.

A nossa sociedade está intuitivamente sendo modificada aos pouquinhos com mudanças que visam experiências melhores porque todos estamos sendo inseridos nessa grande vivência de novos estímulos e conceitos e, com isso, enriquecendo a visão de UX brasileira.

A tecnologia está sendo difundida, assim como novos serviços, tais como interação por voz para, deliveries, acessibilidade de informações e a rapidez de nossas motivações e desejos.

A Nova Era do UX no Brasil já começou há um certo tempo e está sendo maturada, marinada numa incrível receita que envolve criatividade, funcionalidade, a preocupação como outro, com o impacto da tecnologia e de suas soluções em nossas vidas e a busca por projetos bem-sucedidos, simples, porém, arrojados.

Comunidade do Estágio
Ler conteúdo completo
Indicados para você