Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Conheça 5 técnicas para desenvolver a sua criatividade

Conheça 5 técnicas para desenvolver a sua criatividade
Fernando V. Alberigues Da Silva
dez. 9 - 6 min de leitura
3 Curtidas
1 Comentários
0

Na publicação anterior, você viu que a fórmula da criatividade é o estudo mais a adaptação das ideias. Então, que tal conhecer 5 técnicas utilizadas para desenvolver a sua criatividade? É sobre elas que vamos falar nesta publicação. 

 

Para não depender só da inspiração, é importante desenvolver a sua criatividade

Como nem sempre da para contar com a inspiração, por inúmeros motivos. É preciso, então, ter em mente um plano para quando a imaginação falhar. Você sabia que já existem algumas técnicas que podem vir ao seu socorro nesse momento inesperado? Não contavam com minha astúcia, certo Chapolin? 

Não me recordo do autor, mas lembro de uma frase que me marcou muito: "a criatividade é a inteligência se divertindo". E se divertir é cria possibilidades. Com a ajuda das técnicas que apresentarei, construir um mundo de novas possiblidades não será mais algo complexo para você. Isso, mesmo nos dias de falta de imaginação.

Vamos às técnicas?  

 

Brainstorming

Talvez a essa seja uma das técnicas mais populares que vou apresentar. Pois ela é muito conhecida no meio corporativo para o desenvolvimento da criatividade. A técnica de brainstorming consiste em, como o próprio nome já diz, fazer chover ideias. Sem filtro.

O objetivo é quebrar o padrão de pensamento. A dica é: fale livremente sobre soluções criativas para o problema apresentado. Demarque um tempo para o processo e deixe o toró cair. 

Para aplicar esse método, você precisa se atentar para 4 pontos fundamentais:

  1. Não é permitido críticas
  2. A improvisação precisa ser estimulada
  3. Quanto mais ideias, melhor
  4. Esteja atento a relação entre as ideias para a criação de uma nova

 

 Brainstorming individual funciona da mesma forma que o brainstorming em grupo. O único ponto é o seguinte: aqui é você e suas próprias tempestades. Como diz o camarada Emicida: "quem casou com a tempestade não se liga em guarda-chuva". Deixa o toró cair! Quanto mais ideias, melhor. 

 

Brainwriting

Brainwriting é como se fosse uma atualização do brainstorming. Ela funciona como uma fonte para gerar múltiplas ideias. O processo é anônimo e silencioso. Funciona da seguinte forma, os participantes recebem cartões e depositam suas ideias neles. Os cartões são repassados e complementados por seus novos portadores.

Existe um tempo para cada um pôr sua ideia e passar o cartão. No final do processo, o melhor cartão é escolhido e todos ganham. É uma ótima sugestão para pensar de forma coletiva. Não existe ideia campeã, contudo o trabalho colaborativo vencedor. Essa é o Megazord das técnicas.   

 

Reverso

Reverso é uma técnica que é muito utilizada para melhorar produto ou serviço. Ela se dá por fazer perguntas contrárias ao que você gostaria de oferecer ou entregar. Acalme-se, vou explicar dando um exemplo. A pergunta é a seguinte: o que podemos fazer para reduzir a satisfação do cliente? Sim, essa é pergunta feita nessa técnica. O ponto de partida aqui é o problema e ele que servirá de base para novas ideias. Com isso, você entende o que não deve ser feito. Lembra do que já vimos no artigo anterior sobre percepção? Esse é o ponto aqui. 

 

SCAMPER

Scamper é a técnica de dar nova vida ao seu produto ou serviço, evitando que ele se torne ultrapassado. Ela exige que você esteja em estado de alerta criativo para se manter competitivo. Você vai perceber que ela é muito abordada quando a ideia é criar um novo produto de um já existente. Copia, só não faz igual. Quando você não entende sobre essa técnica, você copia e faz igual. 

Brincadeiras a parte, ela funciona com uma lista de verificações de perguntas onde novas ideias são criadas. O estimulo ao desenvolvimento da sua criatividade se dá a partir de acrônomos (a palavra é formada pela junção das primeiras letras ou sílabas de um grupo de palavras) que são:

  • Substituir: busca algo que possa ser substituído
  • Combinar: misturar produtos para gerar algo novo
  • Adaptar: busca uma nova forma de aplicar uma ideia já existente
  • Modificar: fazer alterações que modifiquem o produto
  • Pensar: cria novas maneiras de uso
  • Eliminar: remover elementos ou partes do produtos
  • Reverter: criar uma nova visão olhando no sentido contrário

Tenho um pequeno empreendimento e essa é uma das técnicas que mais aplico. E, se você está gerindo algum empreendimento, sugiro que a faça. Nem que seja o seu empreendimento de marca pessoal. 

Vamos à última técnica!

Mapas mentais 

Conhecido por muitos, entendidas por poucos. Essa técnica busca resumir as informações em uma estrutura visual que facilita o memorização e a organização das informações. Aqui, a ideia é criar e estimular o cérebro nas conexões entre as informações e a estrutura visual. 

A estrutura visual funciona de forma hierárquica, a partir das informações.  Sendo assim, a um nivelamento dos níveis das ideias e sua respectivas apresentações.  Então:

  • Título no centro da folha
  • Subtemas ligados ao tema central
  • As linhas sempre partem do tema central
  • Faça resumo dos conceitos em frases curtas que facilite o entendimento
  • Use cores diferentes para partes diferentes
  • Use símbolo e imagens para marcos importantes

 

Nem só de criatividade vive o criativo

Como a criatividade é transpiração, se exercite. Todas as técnicas que apresentei, de alguma forma, foram testadas por mim. Algumas, as minhas preferidas, me acompanham para tudo que eu vá fazer. Então, pegue essas técnicas e reanime a sua criatividade. 

O próximo passo será o processo criativo. Se essas técnicas estiverem sobre o seu domínio, tenho certeza que tirará de letra.  


Denunciar publicação
3 Curtidas
1 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você