[ editar artigo]

Como dar um feedback eficaz

Como dar um feedback eficaz

A frequência cardíaca aumenta, as mãos começam a suar, a garganta fica seca, quando você ouve: "Posso dar um feedback pra você?"

Isso é completamente normal, é o chamado mecanismo de luta ou fuga, eventos neurológicos e fisiológicos que acontecem no nosso corpo ao enfretarmos uma suposta situação de "perigo".

Mas não é porque nós somos universitários ou estagiários que não podemos dar feedback. O feedback ocorre em todo momento da sua vida, em um relacionamento, em uma amizade, na relação com familiares, e não apenas no trabalho. E mesmo que seja no trabalho ou estágio, você tem o direito de dar o feedback pro seu ou sua líder também, dessa forma, ele poderá se atentar à alguns detalhes que talvez sejam pontos cegos.

É normal, nessas situações, as pessoas ficarem extremamente na defensiva, evitam contato vizual, cruzam os braços, ficam curvadas, se afastam e fazem de tudo pra não vivenciarem aquele momento.

Nessa publicação vou tentar desmistificar algumas coisas que poderão te ajudar à dar um feedback para alguém.

Antes do feedback o que você DEVE fazer:

Cultive o relacionamento. As bases para um feedback eficaz é você de fato se importar com a pessoa e querer que ela se torne uma pessoa melhor, portanto, faça a pessoa sentir que você a conhece, dê sua devida atenção até nos mínimos detalhes e manifeste admiração com regularidade de algumas de suas atividades.

Prepare o cenário. Isso significa, agendamento, local, duração, ambiente e proximidade.

É ideal que você de fato reserve um tempo na sua agenda para a realização e convide a pessoa, não simplesmente encaixe em algum horário vago no meio do dia apenas pra se livrar disso. O momento do feedback é muito importante para ambos os lados e precisa ser considerado assim.

Além disso, a duração dependerá do conteúdo que vocês precisaram conversar e da frequência que vocês tem esse tipo de conversa, portanto, meça bem o tempo que você precisará pra falar sobre tais assuntos.

A localização também é muito importante, dependendo do assunto, é legal que seja um lugar neutro que consiga demonstrar igualdade e ponha ambos os lados no mesmo patamar, uma conversa franca e sincera, sem nenhuma hierarquia envolvida. Se for um assunto mais sério e que essa hierarquia seja necessária, busque locais onde esses níveis hierárquicos já estão presentes no ambiente. 

A proximidade faz toda diferença e a dica anterior se aplica da mesma forma, caso você queira criar uma conexão mais próxima, não adianta ficar do outro lado da sala e vice-versa.

Durante o feedback, o que você DEVE fazer:

Concentre-se em fatos e em dados, nunca em suposições. A famosa frase: "contra fatos não há argumentos" é o ponto principal aqui. Tenha em mente as situações que ocorreram e quais eram os objetivos, quais foram as falhas e quais foram os sucessos e o motivo de tudo isso ter acontecido.

Use a comunicação não violenta. A ideia é manter a comunicação focada em você, ou seja, concentrando o feedback nos seus sentimentos sobre o comportamento da outra pessoa e evitando referências às motivações dela. Por exemplo, ao invés de: "Você não valoriza meu tempo, e isso é muito desrespeitoso.", falar: "Quando você chega atrasado, sinto-me desvalorizado e desrespeitado."

Essas foram algumas dicas do que fazer para conseguir construir um relacionamento de feedback com as pessoas, se eu puder te ajudar de alguma outra forma, manda uma mensagem pra mim! Vou ficar feliz em te responder. :)
 

 


 

Comunidade do Estágio
Ler conteúdo completo
Indicados para você