Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Vamos abraçar o mundo! Ou não?

Vamos abraçar o mundo! Ou não?
Felipe Semeghin
ago. 7 - 2 min de leitura
0 Curtidas
0 Comentários
0

Eu tive a felicidade de poder fazer dois estágios na minha caminhada profissional. Hoje quando avalio minhas experiências, fico feliz com minha trajetória e agradeço muito as pessoas que me auxiliaram nessa caminhada. Lembro que meu primeiro estágio, dentro de uma grande indústria, foi muito interessante. Era meu sonho de estágio, em uma empresa conceituada, primeira bolsa, começando a me sustentar sozinho, diversas oportunidades de aprendizado, programas, treinamentos, encontros entre estagiários... Queria participar de tudo. Vocês sabem bem como fica nosso nível de ansiedade para poder abraçar o mundo, mostrar nosso potencial, deixar nossa marca. E veja só, meu gestor na época saiu vinte dias de férias e deixou algumas atividades para eu acompanhar. Tive uma certa liberdade e foquei nas atividades que eu mais gostava, busquei outras novas, trabalhava por conta em casa (não recomendável!!) e então ele voltou das férias. Que bronca eu tomei. Minhas entregas estavam todas atrasadas. Foi merecido e reflito que hoje faria pouca coisa diferente se eu fosse o gestor. Tive que focar e tirar o atraso... deu certo no fim, mas foi dolorido. Cresci.

Enfim, hoje faço um balanço de como é importante termos cada vez mais conhecimento sobre os nossos sentimentos e principalmente sobre nossa ansiedade (ainda mais por vivermos em um dos países onde se encontram as pessoas mais ansiosas do mundo, segundo OMS). Eu, por causa da minha personalidade, ainda hoje foco no controle da minha ansiedade para ela não me prejudicar. Difícil, mas vamos evoluindo.


Denunciar publicação
0 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você