[ editar artigo]

Transforme suas atitudes e contagie as pessoas!

Transforme suas atitudes e contagie as pessoas!

Olá! Amigos da Comunidade do Estágio e quem sabe futuras conexões!

Este é o meu primeiro artigo. Decidi me desafiar a desenvolver uma escrita melhor e compartilhar conteúdo que foi relevante foi relevante para o meu crescimento pessoal e profissional!

Vamos lá!

"Como convencer alguém em 90 segundos" te ensina a como se comportar e como suas atitudes influenciam pessoas importantes para você.

É importante entender a diferença entre Coagir e Convencer:

  • Coagir: FORÇAR alguém A FAZER ALGO - por meio de agressão ou ameaça.
  • Convencer: Fazer com que alguém QUEIRA FAZER ALGO.

É uma diferença nada sutil, não? Seu objetivo é fazer com que as pessoas realizem ações voluntárias! Seja comprar um produto, realizar uma parceria, ou te ajudar com uma tarefa.

O Evangelho segundo Muldoon!

Existe toda uma história sobre Muldoon, então após ler esta resenha corra atrás de "Como convencer alguém em 60 segundos"!

O evangelho possuí 3 regras:

  • Olhe as pessoas no olho e sorria!

Quando alguém não te olha nos olhos, que sensação ela te passa? Ela transpira confiança? Sua empatia pode até dizer que ela é alguém tímida ou introvertida, mas a verdade é que os nossos olhos falam!

Olhe nos olhos da pessoa com quem está conversando, mas também não a "coma com os olhos"! O autor propõe um exercício: preste atenção na cor do olhos das pessoas com quem conversa. Lembrem-se que olhar nos olhos nos passa confiança, mas se feito errado pode transparecer raiva, desfeita ou qualquer outra emoção.

O que o sorriso proporciona é a confiança! Trata-se de sorrir naturalmente e se demonstrar feliz. Pratique! Repita para si "ótimo" três vezes e tente emitir confiança.

Sorrir e contato visual proporcionam a pessoa uma conexão, você não parece desfocado.

  • Torne-se um camaleão.

Camaleões são um dos poucos animais que conseguem se mesclar ao ambiente. A ideia é que você se adapte comportamentalmente, realize as mesmas ações e posições que a pessoa com quem está conversando.

Nós gostamos de quem se parece conosco! Uma pessoa agitada se incomoda com alguém que é devagar, e vice-versa.

  • Capture a imaginação para capturar o coração.

Faça com que as pessoa consigam sentir as coisas por meio dos sentidos! Descreva situações, faça com que por meio da imaginação elas assumam aquilo desejam.

No exemplo do livro, Muldoon joga uma pilha de cartas em frente a pessoa com quem queria negociar. Faça com que a imaginação dela seja transformada em desejo.

Mas do que precisamos para sermos convincentes? Isto é bem resumido nesta frase

Eu confio em você, você faz sentido e você me toca.

Ser convincente é sobre confiança, lógica e emoção.

Sua confiança é captada por meio de títulos, credenciais e reputação. Mas a sua primeira impressão é o maior determinante, seu tom de voz e linguagem corporal determinam se alguém deve confiar em você.

Não adianta passar uma ótima impressão e seu argumento não ser lógico.

Atrair a imaginação cria o desejo nas pessoas, e elas se emocionam!

KFC

  1. Know what you want/Saiba o que busca
  2. Find out what you're/Descubra seus resultados
  3. Change what you do until you get what you want/ Mude o que faz até conseguir o que quer

O KFC é a sua oportunidade de construir uma boa segunda impressão. E lembram-se Feedback é tudo!

Neutralize a "reação lutar ou fugir"

Existem dois tipos de pessoas, as que adicionam energia e as que retiram energia do ambiente. O primeiro te faz querer se aproximar, e o segundo se afastar.

Sua energia é influenciada pela sua atitude, postura, expressão e contato visual.

Neutralizar a reação de luta ou fuga se trata de:

  • Prestar atenção em sua linguagem corporal e imagem pessoal
  • Ajustar sua atitude de acordo com a situação
  • Demonstrar uma linguagem corporal aberta e um coração aberto
  • Perguntar coisas simples
  • Sincronizar sua linguagem corporal e tom de voz

E lembre-se, a forma como as pessoas notam sua energia depende da sua comunicação.

Mas e quanto as expectativas? O que fazemos com elas?

Nós esperamos que pessoas estejam de acordo com a imagem que criamos nas nossas cabeças...

Quando atingimos as expectativas, as pessoas se sentem mais dispostas a nos ouvir e se dedicar aquela conversa, elas prestam mais atenção!

Criar expectativas faz com que não vejamos o melhor das pessoas quando elas não as atendem!

"O que eu quero?"

O que você quer? Se você deseja alguém com excelentes habilidades em contabilidade, não perca a oportunidade de conhecer alguém melhor por conta de um corte de cabelo.

Uma primeira impressão ruim pode te levar a perdas de oportunidades!

E aqui vai uma dica muito importante! Não invada o espaço pessoal das pessoas, isso pode quebrar sua harmonia e sincronização com ela.

Uma invasão inconsciente do espaço pessoal de alguém pode ativar uma resposta que dificilmente será mudada e pode levantar barreiras reais.

 

Trabalhe seu abecedário: atitude, linguagem corporal e coerência

Antes de sequer dizer uma palavra, uma atitude pode contagiar as pessoas que o veem

Comunicar sua atitude se trata de transparecer sua linguagem corporal e coerência.

Existem as atitudes úteis e as inúteis.

Por exemplo, ser caloroso, entusiasmado e confiante são atitudes úteis, pois são positivas. Enquanto ser irritado, sarcásticos e impaciente são inúteis, pois são negativas.

Qual o sentido de você ser irritado e impaciente quando está tentando causar uma boa primeira impressão?

Ao ajustar sua atitude, as pessoas começam a ter os mesmos sentimentos que você.

Afinal de contas, quais são as atitudes que os lideres possuem em comum?

Seja entusiasmado.

O entusiasmo contagia as pessoas com "excitação, energia e vitalidade."

Seja curioso

Esteja sempre aberto a aprender algo novo - isso significa que está evoluindo, se mobilizando e fazendo conexões.

Abrace a humildade

Ao invés de se autopromover de forma exagerada, se contenha e demonstre uma personalidade baseada em modéstia e a serviço dos outros.

Entusiasmo, curiosidade e humildade podem ser comportamentos conscientemente escolhidos. Eles podem inspirar sinais inconfundíveis de vigor.

Qualquer um pode se tornar um líder!

Sempre se questione:

  • Quais sinais está enviando para os outros a respeito de vocês?
  • Qual o feedback emocional que está passando aos outros, em resposta aos sinais que estão lhe passando?

Qual o seu tipo de linguagem corporal? Aberta ou Fechada?

Você pode estar se mostrando como uma oportunidade ou uma ameaça;

Abra sua linguagem corporal! Deixe braços e pernas descruzados, olhe na direção da pessoa, tenha um bom contato visual, sorria, caminhe e tenha uma postura ereta, incline para a frente, mantenha os ombros flexíveis e uma aura relaxada. Use de suas mão, braços, pernas e pés para se expressar.

Mas cabe o aviso...

[...] quando dois ou mais gestos são combinados, começam a dar sinais claros de como uma pessoa está se sentindo.

Sincronize sua linguagem corporal

Pessoas em sincronia inconscientemente sincronizam a sua linguagem corporal e características vocais. A sincronização faz com que estejamos predisposto a sermos recíprocos comportamentalmente.

Faça o exercício: Sincronize sua linguagem corporal com pessoas que já conhece. Dessa forma você constrói confiança e comunicação. Faça o minimo para se ajustar.

Sincronize características vocais

Iguale o humor, ritmo e a energia sua a da outra pessoa, criando harmonia inconsciente.

Nada aflige mais alguém que fala baixo do que os berros de alguém que fala alto [...]

Dessa maneira você reflete os sentimentos dela em você.

Convencimento e coerência

Coerência é quando a sua linguagem corporal, tom de voz e palavras possuem a mesma atitude - ou seja, você passa credibilidade.

Existem uma ordem de importância, 1) linguagem corporal, 2) tom de voz e 3) palavras.

Em outras palavras, primeiramente as pessoas darão credibilidade ao que ela veem - ao seus gestos e linguagem corporal -, depois ao seu tom de voz e por ultimo as palavras usadas.

Ressaltando que ...

Se suas palavras e linguagem corporal não estão dizendo a mesma coisa, as pessoas ficam confusas e perdem interesse.

Feedback: dê e receba

Não dar feedback faz com que você pareça desorientado e entendiado.

Se não reage ou responde, eu suponho que não esta interessado e então passo a desejar estar em algum outro lugar que não com você.

Quando seu chefe, cliente ou colega de trabalho falar com você, dê feedback.

O feedback bem direcionado faz as pessoas sentirem que você está dando a sua atenção e que o que estão falando está tendo um impacto.

Os feedback te permitem mudar o que faz até receber o melhor resultado.

Comunidade do Estágio
Ler conteúdo completo
Indicados para você