[ editar artigo]

TCC x Pandemia

TCC x Pandemia

2020, COM CERTEZA, foi um dos anos mais desafiadores.

Com ele, veio o tão temido TCC. E, adivinha? TUDO ON-LINE. Motivo: Pandemia.

Já não é fácil, ainda mais não podendo estar com o orientador. Foi uma loucura.

Fico com pena do meu orientador. Quantas vezes eu o perturbei com perguntas que eu sabia a resposta, mas ainda precisava que ele olhasse e afirmasse isso pra mim.

Mas, de certa forma, isso era bom. Mostrava que ele confiava em mim a ponto de me deixar criar, sem interrupções.

Minha dupla foi crucial nessa conclusão. (Dica, não escolha uma dupla que não fortalece tua caminhada, vi uns colegas quase matando uns aos outros porque a dupla não fazia nada)

Mas vamos ao que importa: Como foi o processo de escolha de tema.

Meu tema foi mais um desafio do meu orientador. Ele viu um vídeo e falou: Quero que façam isso. Quero  os estudos e um protótipo.

Alerta de Spoiler: Não teve protótipo, obrigada Covid.

Começamos a trabalhar no TCC ainda em 2019. No nosso caso, o TCC é dividido em 1 e 2, sendo o 1 um pré-projeto e o 2 a defesa do TCC.

Tudo corria perfeitamente bem, apesar dos percalços, mas não tínhamos mais a oportunidade de fazer o protótipo, o motor era do professor, não podíamos ficar indo até ele.

Muda o tema! Foi aí que tudo ficou insano...

O tema não foi alterado, mas a forma como abordamos ele. Não era mais um estudo feito através do dobramento que a máquina exerceria, teria que ser algo imaginário, meramente teórico. Aí o bicho pega! Você não tem nada concreto e fica com medo de estar distante da realidade teórica.

Precisava do vergalhão? Utiliza o catálogo.

Ainda bem que o vergalhão escolhido era da Gerdau e o catálogo estava disponível no site. UFA!

A apresentação será on-line, E AGORA?

Vamos a um fato: Minha dupla é meu namorado, ele se mudou para minha casa para que pudéssemos trabalhar integralmente nesse projeto. NÃO FOI FÁCIL!

Tudo bem, apresentação on-line. MAS EU SOU TÍMIDA!

Não sabia mais o que fazer. Enquanto a defesa não era marcada, eu fiquei confiante. Quando ela foi marcada, crise de ansiedade. Não dormi por inúmeros dias. O tanto que comi de chocolate, doce e aquelas balas que pode mastigar, tudo pra tentar acalmar.

A banca! Não foi a banca que tanto sonhamos.

Vamos a mais um fato: Fiz técnico, um dos professores da faculdade me deu aula lá. Queria que ele estivesse presente e marcado na minha história profissional.

SPOILER: Ele não foi escolhido pra banca.

Monta apresentação! Mas e se estiver muito clean?

Dica: Sejam objetivos. Pouco texto. Pontuem coisas que os façam lembrar o que é necessário ser dito na apresentação.

Temos que estar preparados! Marca ensaio.

Os amigos, nessa hora, foram cruciais. O tanto que nos ouviram, o tanto que opinaram e falaram: Precisa gaguejar menos, fica mais confiante!

Minha irmã cursa o mesmo que eu: Chama seus amigos pra me ouvir.

“Vou tratar como se fossem a banca. Por favor, perguntem, sejam curiosos, mostrem se não entenderam. Vocês são o passo que nos afasta da apresentação principal.”

O dia chegou, E AGORA?

Já sabem... Mais chocolate, suor, mãos geladas e tremendo.

CADA UM NO SEU COMPUTADOR. Duas escrivaninhas, posicionadas lado a lado. Vai começar.

Eu iniciei a apresentação, fiz a introdução. A voz tremia! Minha irmã ao lado apenas me lembrando de respirar.

Meu pai ao lado, comendo doces para acalmar.

Terminei minha parte, começa minha dupla.

Tudo ocorre muito bem... Esqueci como se diz uma palavra, acredito que a disse errada. Não importava muito o que eu disse, mas o contexto em que ela foi dita. Não se preocupa!

A banca tece os comentários sobre a apresentação, só elogios. UFA!

Eles se retiram para ponderar a nota. As lágrimas já enchendo os olhos, os comentários foram incríveis!

Uma eternidade depois, eles voltam com o grau da defesa: DEZ!

Não teve como não chorar compulsivamente. O sonho estava concluído.

O medo passou, a alegria tomou conta. Você fica sem acreditar, sabe? INSANO.

Uma dica: confiem no processo de vocês, confiem no trabalho de vocês. Todo mundo é capaz de passar pelo TCC. Acredite no seu potencial.

Comunidade do Estágio
Andreza Barroco
Andreza Barroco Seguir

Colunista Oficial. Graduanda em Engenharia Mecânica. Apaixonada por livros, séries e filmes.

Ler conteúdo completo
Indicados para você