[ editar artigo]

SOCORROOOO, Tenho que liderar!!!

SOCORROOOO, Tenho que liderar!!!

Olá, leitores e leitoras. Como vocês estão?

Cá estou eu, mais uma vez, escrevendo para vocês de uma cidadezinha do interior do Paraná (e olha que quando eu digo cidadezinha, é cidadezinha mesmo, hein, a dita cuja tem... PASMEM! 4.000 habitantes).

Mas vocês sabem o que essa minha pequena cidade, São Paulo ou Londres têm em comum? 

PESSOAS (é óbvio? um pouco... mas eu tenho certeza de que você não tinha pensado nisso haha)

E essas tais pessoas são um tipo de coisa difícil de lidar, hein? Elas (assim como eu e você) são cheias de sentimentos, expectativas, sonhos, medos... Isso sem contar o tanto de bagagem que elas trazem no passado.

Agora você imagina um monte de gente tudo junto e misturado dentro de um grupo. Não precisa ser um grupo muito grande não, umas 6 pessoas já é gente suficiente para provocar alguns bons desentendimentos se elas não souberem se relacionar.

E como dizem que tudo que está ruim ainda pode piorar...

Imagine que você  foi o escolhido para liderar toda essa galera!!

oprah winfrey omg GIF

É claro que esse é um ótimo momento para você treinar sua capacidade de construir relações ou sua habilidade de liderar. Mas o processo parece ser um pouco complicado, não?

E realmente é!!

Seja em um trabalho em grupo da faculdade, em um projeto da empresa ou em um encontro entre amigos. A verdade é: liderar pessoas não é mole, não.

Vai dar trabalho, as pessoas irão reclamar, você vai querer desistir, tudo vai parecer que está dando errado e está tudo bem! Esses desafios fazem parte de todo o processo de desenvolvimento da liderança.

Mas você sabia que há algumas habilidades que podem te ajudar a passar por esse processo de uma forma mais  fácil?

São pequenas coisinhas que você pode ir desenvolvendo conforme os dias vão passando. É como uma escadinha: a cada nova reflexão ou conversa sincera consigo mesmo, você vai melhorando nessas habilidades e se tornando uma pessoa que, além de liderar melhor, também saberá como construir - e manter - relações mais genuínas e recíprocas.

Sabe por que isso acontece?

Porque liderar é nada mais nada menos que ser o responsável por mover um grupo na direção certa. E tem maneira melhor para liderar do que estabelecer conexão e criar relações mútuas com as pessoas daquele grupo?

Bom, eu deixo você pensar na resposta por si só.

Sem mais delongas, vamos conhecer essas habilidades...

Im Ready Lets Go GIF by Leroy Patterson

  • INTELIGÊNCIA EMOCIONAL (IE)

Quando nós falamos em inteligência emocional dentro de um grupo, estamos falando da capacidade de saber passar pelas mais variadas situações sem que elas desencadeiem reações negativas em você.

E, por incrível que pareça, você precisa ter uma boa IE nos dois âmbitos de relacionamentos: intra e interpessoal.

No seu relacionamento consigo mesmo (intrapessoal), a melhor forma de desenvolver a inteligência emocional é por meio da autogestão.

Para isso, você deve atuar como um cientista observando seu estudo. (A ironia e sacada da situação é que você é o cientista e o objeto estudado haha.)

Você deve prestar atenção e entender como você reage frente a determinadas situações, como você transmite suas mensagens para os outros, como você controla seus sentimentos e emoções, e como você deixa fatores externos moldarem seu comportamento.

A observação de seus padrões e características é o segredo para a autogestão.

Isso acontece porque é por meio dela que você poderá desenvolver o autoconhecimento necessário para poder tomar as rédeas de si mesmo e se tornar seu próprio gestor.

No campo interpessoal (suas relações com os outros), nós vemos a inteligência emocional como resultado de outras duas habilidades:

Empatia e habilidades sociais.

O desenvolvimento da IE nesse aspecto acontece em um desencadeamento de ações: uma vez que você tem a empatia necessária para entender a visão do outro e se colocar no lugar dele,  você possui maiores habilidade sociais, pois consegue se relacionar e entender as mais variadas situações e indivíduos.

E, uma vez que suas habilidades sociais aumentam, você terá mais inteligência emocional ao utilizar-las em momentos de conflitos e divergências.

A parte boa é que todas essas habilidades que constroem a IE podem ser desenvolvidas por meio de um passo a passo, para que você saia do ponto em que está (independente de qual seja) e possua essas habilidades.

E, como eu já sabia que vocês sairiam daqui super prontos para aumentar seus níveis de inteligência emocional, eu trouxe esse caminho para vocês.

high five great job GIF by CBC

1) Automotivação: você precisa se dar conta da necessidade de começar a caminhada de desenvolvimento e encontrar um propósito, algo que te motive a efetivamente entrar nela.

2) Autoavaliação: nesse estágio, é necessário que você destine um período de tempo para reconhecer o que e onde você precisa melhorar.

3) Praticar: uma vez que você já sabe quais são seus pontos fracos, você deve trabalhar neles e praticar as habilidades que você deseja possuir, até que elas se tornem algo natural para você.

Por exemplo, você pode começar a enxergar a realidade sob o ponto de vista de outras pessoas até que isso aconteça naturalmente.

4) Investimento: o processo para desenvolver as habilidades que nos trazem  inteligência emocional é longo e desafiador. Por isso, você precisar dispor parcelas de tempo, atenção e foco para que ele não caia no esquecimento.

youre next basketball wives GIF by VH1

  • AUTOCONSCIÊNCIA

Ela parte do reconhecimento de que as relações que são estabelecidas em sociedade são construídas por pessoas.

E, como nós já vimos no começo do texto, as pessoas não são iguais. Elas possuem perspectivas diferentes, o que faz com que cada uma delas veja o mundo e suas próprias relações com ele de uma forma única e singular.

No fim das contas, é isso que torna o processo de liderar tão desafiador e, ao mesmo tempo, tão bonito e construtivo. Imagine só todo o aprendizado que você pode ter ao conseguir compreender e encontrar as semelhanças entre todos esses pontos de vista. Bonito, não?

Segundo Daniel Goleman, essa autoconsciência que é  resultado da compreensão do contexto geral, envolve 3 competências: consciência emocional, autoavaliação e autoconfiança.

A primeira, trata do reconhecimento de suas ações e seus sentimentos, para poder utilizá-los a seu favor (e não contra você) na construção das relações.

A autoavaliação diz respeito ao conhecimento sobre seus pontos positivos e negativos.

E a autoconfiança é sobre acreditar que você pode chegar a esse nível de consciência.

Como vocês já devem estar imaginando, a autoconsciência também pode ser desenvolvida. Ela começa com o reconhecimento da variedade de perspectivas e, após isso, te leva a refletir e conhecer a sua própria.

E os meios que você pode utilizar para isso são:

  • Testes psicométricos: eles nos ajudam a compreender nosso funcionamento cognitivo e emocional.
  • Avaliação em 360°: com ela, podemos observar múltiplos acontecimentos e não somente um fato isolado, nos ajudando a compreender e estabelecer nossos padrões.
  • Feedbacks informais: também é importante saber como as pessoas que estão ao seu redor enxergam suas atitudes.
  • Diário: escrever sobre as percepções e sentimentos que você teve ao longo do dia é uma ótima forma de entendê-los e perceber como eles te afetam.

No fim das contas, uma liderança clara e objetiva é somente o resultado de seu autoconhecimento e da compreensão de seus padrões e sua forma de ver o mundo.

Isso acontece pois, como já vimos, as perspectivas são diferentes. E o melhor jeito de compreendê-las e saber lidar com elas, é começando pela sua.

sounds good you got it GIF by Playboy Fragrances


Meus queridos e minhas queridas, encerro aqui mais esse post. Alguns dos conceitos e práticas apresentadas aqui foram retirados do curso de Liderança e Inteligência Emocional ministrado (em inglês) pela Indian School of Business na plataforma da Coursera.

O curso é gratuito e leva aproximadamente 13 horas para ser completado. Mas, acredite, são 13 horas muuuuito bem aproveitadas. Caso tenha interesse, você pode encontrá-lo aqui

Agradeço pela atenção e por ter lido até o final. Caso se sinta confortável, deixe um comentário sobre algum momento em que você teve que exercer a liderança... eu adoraria saber um pouco sobre suas experiências :)

Obrigada, mais uma vez, e até o próximo post!

Comunidade do Estágio
Jeanne Delava
Jeanne Delava Seguir

Uma estudante de Relações Internacionais apaixonada pela simplicidade, pelo mundo ao seu redor e pela troca de experiências. O que você tem para me contar hoje?

Ler conteúdo completo
Indicados para você