Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
BACK

Será que vivemos em uma Matrix ou em um OASIS?

Será que vivemos em uma Matrix ou em um OASIS?
Beatriz Waehneldt da Silva
Mar. 19 - 4 min read
020

⚠️ALERTA SPOILER⚠️: Matrix, Jogador Número Um e Jogador Número Dois

No filme Matrix, quando Morpheus diz que “A Matrix é o mundo que foi colocado sobre os seus olhos para cegá-lo da verdade”, ele está querendo dizer que os seres humanos estão vivendo dentro da Realidade Virtual. Ou seja, a humanidade não vive verdadeiramente na mesma realidade que seu corpo físico, que está sendo utilizado pelas máquinas como bateria para seu funcionamento, enquanto o cérebro está sendo enganado por uma complexa ilusão de que eles vivem uma vida.

A história me lembra muito a do livro Jogador Número Um. Nele, as pessoas vivem em um mundo com os recursos escassos, mas se refugiam da realidade colocando óculos e equipamentos hápticos que as dão a sensação de estarem dentro de um universo virtual, o OASIS. Nesse universo não há escassez de recursos e as pessoas podem ser quem elas quiserem, basta criarem um avatar.

Porém, no segundo livro da saga, o Jogador Número Dois, é inventada uma nova máquina, similar a do filme Matrix. Nela, as pessoas se conectam a Realidade Virtual, entrando em um coma induzido, controlado e temporário onde suas mentes verdadeiramente entendem a simulação como a realidade. Porém, em determinado momento, a Inteligência Artificial se revolta e tenta prender os humanos dentro da máquina, assim como em Matrix.

Ambas as histórias me dão uma certa aflição. Estamos acompanhando a rápida evolução da Inteligência Artificial, como o Chat GPT e o desenvolvimento do universo META, que está fazendo parcerias com empresas, como a criadora de jogos Epic Games, para criar avatares cada vez mais realistas através da Unreal Engine.

Cada vez mais será difícil conseguirmos separar o real do fictício, cada vez mais as máquinas estão conseguindo exercer funções que antes eram unicamente possíveis de serem realizadas por humanos, uma vez que éramos os únicos seres com racionalidade e inteligência própria.

No momento, não acredito na teoria de que a Inteligência Artificial e as máquinas controlam nossa realidade e a moldam ao seu formato. Por não me agradar, prefiro não acreditar na teoria de que vivemos em uma Matrix ou OASIS. Também não acho que a experiência humana seja um engano, muito menos um sonho, como questionava o filósofo do Século XVII, René Descartes. Porém, essa é apenas minha humilde opinião, posso estar completamente enganada.

Além disso, se as máquinas realmente forem inteligentes, não acredito que seriam capazes de nos escravizar, tendo em vista todo o histórico de problemas que qualquer meio de escravidão humana gera para os escravizadores no futuro.

Talvez as máquinas sejam capazes até de melhorar a nossa vida e solucionar problemas que mentes humanas não são capazes de resolver sozinhas, como os problemas da atual falta de sustentabilidade, como ocorre no filme Wall-E.

Porém, tudo o que posso fazer no momento é especular, aguardar e torcer para que as mentes humanas mais brilhantes por trás da criação da Inteligência Artificial também sejam as mais bondosas, para ensinarem as máquinas não só o bom, mas de forma igual, o bem de ser um ser pensante.

E você, concorda comigo, ou acha que vivemos em um mundo fictício? Será que a tecnologia irá nos dominar ou as distopias erraram? Não deixe de comentar aqui o que acha sobre o assunto!



Report publication
    020

    Recomended for you