[ editar artigo]

RIQUEZA X PODER AQUISITIVO

RIQUEZA X PODER AQUISITIVO

Ei, você, caro internauta que me acompanha, sabia que existe diferença entre ter riquezas e possuir poder aquisitivo?

Ser rico ainda é um generalizado sonho de conquista de muitos brasileiros e muitas pessoas pelo mundo, mas penso que muitas delas confundem ter posses com uma vida confortável. Exemplos como: casas, apartamentos, sítios, iates, barcos, carros importados, ações, investimentos e outras coisas do gênero, são sempre citados como demonstrações de prosperidades.


Porém, um dos fatores mais importantes para o conforto de alguém é a sua capacidade de liquidez, ou seja, a capacidade em transformar sua riqueza e suas propriedades em dinheiro.

Pois, pense bem, em uma emergência, o que poderia ser mais importante que o dinheiro? Iates ainda não são aceitos como pagamentos para tratamento de saúde ou para a restaurações de imóveis.

A partir desse cenário, o mundo contemporâneo desenvolveu uma outra noção de conforto financeiro, que está mais longe dos bens e mais próximo da vontade de aumentar a própria capacidade de comprar e consumir produtos e serviços desejados quando e onde quiser. Está é a própria definição do poder aquisitivo e, atualmente, isso se tornou mais importante que qualquer outro fator de enriquecimento. Pelo menos no imaginários dos denominados novos ricos.

Além disso, a circunstância da pandemia também trouxe mais destaque para está forma de riqueza. Em períodos de grande incerteza, o dinheiro ou a capacidade de converter seus bens é e sempre será a escolha mais conservadora.

Todos queremos uma vida confortável e com a maior grau de estabilidade, contudo, devemos sempre levar em consideração as instabilidades da vida e nos planejarmos das melhores formas possíveis.
 


Poder aquisitivo é sua a capacidade de comprar e consumir produtos e serviços, onde e quando quiser.



Como já estamos cansados de ouvir, o roteiro que nossos pais e avós viveram não cabe mais em nosso momento. Pense diferente, se adapte ao novo mundo e reconstrua suas ambições.

O mundo dos exceções desnecessários deve ser deixado para trás. Para que viver em uma mansão que custa 1 milhão por mês se você pode ostentar uma boa vida em um apartamento de 500 mil e ter disponível os outros 500 mil para viajar, comprar produtos e experiências que te farão bem e ainda poderão ser compartilhadas pelo mundo virtual?


Certamente, as redes sociais também tiveram grande contribuição na disseminação desse novo modelo de riqueza e prosperidade. Mas e você, já tinha pensado sobre essas formas de riqueza? Compartilhe nos comentários qual a sua definição de uma vida próspera...

Comunidade do Estágio
NICOLAS RALINE DE SOUSA
NICOLAS RALINE DE SOUSA Seguir

Jornalista e graduando em economia. Sempre coloco a organização e o relacionamento com as pessoas à minha volta em primeiro lugar. Minhas principais características são: planejador, empático e protagonista. E estou aqui para compartilhar e aprender!

Ler conteúdo completo
Indicados para você