[ editar artigo]

Reconhecimento

Reconhecimento

Pirâmide de Maslow


Também chamada de Hierarquia das Necessidades de Maslow, se trata de um conceito criado na década de 1950, pelo psicólogo norte-americano Abraham H. Maslow, e tem como objetivo determinar o conjunto de condições necessárias para que um indivíduo alcance a satisfação, seja ela pessoal ou profissional.

Segundo a teoria, os seres humanos vivem em busca da satisfação de determinadas necessidades. Para Maslow, a perspectiva de satisfação dessas necessidades é o que gera a força motivadora nos indivíduos.

Assim, a Pirâmide de Maslow é utilizada para demonstrar a hierarquia dessas necessidades. Isso quer dizer, ela descreve quais as mais básicas [aquelas que estão na base] e as mais complexas [as que estão no topo]. As necessidades que se encontram na base são aquelas consideradas necessárias para a sobrevivência, enquanto as mais elaboradas se referem à conquista da satisfação pessoal e/ou profissional.

A pirâmide possui cinco níveis, sendo eles: fisiologia, segurança, amor e relacionamentos, estima e realização pessoal.

Por que o reconhecimento profissional é tão importante?

Existem estudos científicos que mostram que há uma parte do cérebro dedicada à recompensa e motivação. Quando esse sistema é ativado, automaticamente, o organismo da pessoa em questão liberará elementos químicos, que farão com que ela se torne mais comprometida, proativa e focada em seus objetivos.

Continue me acompanhando nesta leitura e veja o que mais torna o reconhecimento profissional algo tão importante dentro das organizações.

A partir de algumas pesquisas - como de Harlow 1932 e Spitz 1952 - foi possível compreender que o ser humano precisa do relacionamento com outro humano. Para Eric Berne, ficava clara a importância do contato físico e a compreensão de que o estímulo é a "unidade básica da ação social". Estas duas coisas são, para o ser humano, tão importantes quanto o alimento e o ar que se respira: uma questão de sobrevivência.  Diante disso, Berne (1962) sugere algumas "fomes" vitais. Algumas delas se aplicam ao mundo organizacional:

  1. Fome de estímulo: De onde provém os estímulos sensoriais da visão, da audição, do tato, olfato e paladar.
  2. Fome de reconhecimento: Onde os atos ou palavras são estímulos especiais para o comportamento.
  3. Fome de contato: Nesta categoria encontra-se o contato físico (positivo ou negativo).

Há um livro do Gary Chapman que chama-se “As Linguagens da Valorização no Ambiente de Trabalho”. Esse livro me ajudou a compreender as diferentes formas de se reconhecer as pessoas nas organizações. Muitas vezes reconhecemos o outro da forma como nós gostamos de ser reconhecidos, mas nem sempre essa é a forma com que o outro gostaria de ser reconhecido. 

 

Inclusive quero parabéns e dar reconhecimento a todos os Colunistas Top!!

Comunidade do Estágio
Kaevylin Silva
Kaevylin Silva Seguir

Colunista Oficial na Comunidade

Ler conteúdo completo
Indicados para você