[ editar artigo]

Preconceito Racial- Uma breve reflexão do passado aos dias de hoje.

Preconceito Racial- Uma breve reflexão do passado aos dias de hoje.

Atualmente, deparamos nos jornais e outros canais de comunicação, sobre casos de preconceito racial no Brasil e no mundo. Refletimos e perguntamos o por quê?

 

Com o avanço da tecnologia, acesso a informação, campanhas e educação sobre o preconceito e diversidade, ainda deparamos com essas atitudes e pensamentos tão primitivos.

Até década de 2000, produtos cosméticos só tratavam de cabelos normais ou secos, ainda bem que com o passar dos anos o mercado de cosméticos mudou, hoje tem uma gama imensa de produtos de cabelos cacheados e crespos, acabou com a “ditadura” de cabelo liso para todos, hoje temos mais independência com nossos cabelos.

A história do Brasil foi muito cruel com o seu povo de origem, o qual sacrificou sua vida. A escravidão foi um processo desumano, fortalecido por injustiças religiosas. Mesmo com abolição da escravatura em 1888 o negro não tinha espaço no mercado de trabalho e ainda não tem, como deveria ter. O mercado publicitário por muito tempo foi como no seriado Mad Men, era dominado por homens e brancos, hoje o mercado busca inserir espaço para todos tipos de etnia e gêneros. 

No mercado publicitário temos como exemplos de personalidades, Samatha Almeida que foi head de conteúdo, hoje para projetos sociais, e também temos Vínicus Chargas head de conteúdo também da Ogily Brasil.

No mercado da moda, foi considerado elitista por muitos anos na suas passarelas por ter o perfil europeu e não nosso brasileiro.

Personalidades negras no mundo da moda, Angela Brito, Issac e Luiz Cláudio da Apartamento 03.

Mesmo com muitos casos ocorridos, o movimento negro tem se fortalecido cada vez mais com auxílio da internet, apoio, educação, livros e denúncias para combater este mal.

Racismo tem o institucional, manifestações de preconceito por parte da instituições públicas ou privadas, e o estrutural, conjunto de práticas, hábitos, situações e falas que promovem tanto como direta e indireta.

O racismo é uma forma de preconceito, fazendo vítimas todos os dias.

Não podemos ficar no passado, repetir os erros, as barbaridades da época da colonização ou até de décadas atrás ,devemos respeitar, amar todos sem exceção, agora imagina como iria ser sem graça o mundo se todos tivessem a mesma cara e gênero.


 

Comunidade do Estágio
Amanda Evaristo
Amanda Evaristo Seguir

Estudante de Publicidade e Propaganda, Ead, colunista oficial da Comunidade do Estágio,vou contar um pouquinho de como ser estudante na era digital. Adoro música, filmes, moda e claro publicidade.

Ler conteúdo completo
Indicados para você