Comunidade do Estágio
Comunidade do Estágio
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Polímata: o que é e porque você deve se tornar um!

Polímata: o que é e porque você deve se tornar um!
Adriane Barbosa
set. 12 - 3 min de leitura
070

Você já ouviu falar sobre polímata? Se sim, parabéns, tu já tem meio caminho andado. Se não, continua lendo esse texto que eu vou te explicar melhor!

Polimatia é a capacidade que algumas pessoas têm de alcançar excelência em múltiplas — e distintas — áreas do conhecimento. O termo, do grego clássico, polumathēs, é a junção do prefixo polu (múltiplo, poli) e manthanein (raiz do verbo aprender).

Basicamente, polímata é uma pessoa que possui conhecimento aprofundado em diversas áreas. É alguém que detém ampla e variada sabedoria intelectual. Os polímatas costumam ser pessoas criativas, que têm disposição e vontade de aprender coisas novas a todo momento. São também particularmente interessantes, uma vez que possuem capacidade e conhecimento suficiente para falar e conversar sobre praticamente qualquer coisa. No entanto, a Polimatia depende da ocorrência de três fatores: abrangência, profundidade e integração.


A abrangência e a profundidade são bastante consensuais entre os pesquisadores da área e significam que o Polímata não pode ser alguém restrito a uma única área, tampouco pode ser um diletante, alguém que persegue múltiplos interesses de forma superficial. - Michael Araki, professor de Empreendedorismo e Gestão na Universidade Federal Fluminense (UFF) e pesquisador na PUC-RJ

O Polímata mais famoso da história é Leonardo da Vinci (pintor, escultor, arquiteto, físico, filósofo, geólogo etc). Existem outros também, como William Shakespeare, Albert Einstein e Cleópatra.

Fechou. Mas, porque você deve se tornar um polímata? 

Se você nunca ouviu falar sobre o mundo V.U.C.A., esse link vai te informar de forma detalhada e completa. Mas, introduzindo superficialmente, o mundo V.U.C.A. representa a forma como funciona o mundo atual. Suas siglas representam volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade (em inglês). 

Cada vez mais é exigido que nós, seres humanos, tenhamos diversas habilidades e funções, seja na vida pessoal ou profissional. Precisamos ser voláteis e saber sobre diversas áreas de conhecimento. É exatamente aqui que entram os polímatas e a necessidade de se tornar um nos tempos atuais. Quanto mais você exercita o aprendizado contínuo em múltiplos assuntos e técnicas, mais atraente você se torna em relação aos outros.

Mas, não é da noite para o dia que se torna um polímata. É um exercício constante e aqui vão algumas dicas que podem te ajudar:

  1. Faça uma lista de tudo o que você deseja aprender;
  2. Decida quais são as áreas de seu interesse
  3. Leia muito
  4. Assista a documentários
  5. Converse e interaja

E aí? Se interessou a respeito da polimatia? Chega aí, vamo conversar! 


Denunciar publicação
    070

    Indicados para você