[ editar artigo]

#Pocket1 - Inflação

#Pocket1 - Inflação

Um pouquinho sobre economia não faz mal a ninguém, né? Eu mesmo não tenho nada a ver com essa matéria, mas faz bem saber sobre 😉

Como vocês bem sabem, ou deveriam saber porque está na minha Bio já faz um tempinho, estudo Comunicação e Marketing (amém), mas acabei tendo algumas matérias na minha grade que poderiam agregar no meu curso e na minha formação. Daí surgiu essa ideia de fazer esses conteúdos de bolso (Pocket), que são assuntos básicos, pequenos e abordados bem superficialmente, porque vejo necessidade em falar sobre mas não quero me aprofundar por não ser muito a minha área.

 

O que é Inflação?

Inflação é a expansão da base monetária (quantidade de dinheiro), o que causa o aumento generalizado dos preços na economia e a desvalorização da moeda. Os preços dos alimentos, produtos e serviços são diretamente influenciados por ela 😱

Se a inflação em determinado mês for de 0,5%, isso significa que o aumento médio dos preços dessas categorias no período também foi de 0,5%, mas não sendo necessariamente assim. O aumento dos preços não é uniforme, pois alguns itens podem sofrer aumentos maiores, menores e outros, nenhum.

Um bom exemplo é o tomate: em janeiro de 2018, seu preço subiu mais de 45% e puxou a inflação média de 0,54% para 0,74%; no mesmo período, o preço do alho caiu 3,31%. Ambos eram itens dentro da categoria alimentação. (Nubank 2019)

 

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é o responsável pelo cálculo mensal do IPCA (Índice de Preços para o Consumidor Amplo) que é o indicador oficial de inflação no Brasil, embora existam outros.

Se você (demanda) tem mais dinheiro, terá mais poder de compra. Logo, consegue comprar mais coisas (aumento da demanda). Com o aumento da demanda, os preços também aumentam, por conta da oferta não crescer na mesma proporção.                                                                                                                                                   
Portanto, mais produtos são consumidos e os produtores precisam produzir e comprar mais para conseguir atender a demanda que aumentou, além de quererem lucrar mais também.                                                                                                          Esse ciclo acaba virando uma bola de neve, e, nessa altura, começa a coisa toda!

Comunidade do Estágio
Lucas Pegázi
Lucas Pegázi Seguir

Colunista Oficial da Comunidade do Estágio | Comunicação & Marketing IBMR | Apaixonado por música, natureza, comida e língua portuguesa (rimou rs).

Ler conteúdo completo
Indicados para você