[ editar artigo]

Pessoa emotiva ou racional: quem é você?

Pessoa emotiva ou racional: quem é você?

Mais uma semana por aqui, com um novo post e novo assunto. Hoje quero falar sobre habilidade emocional.


Você se considera uma pessoa muito emotiva? Ou se vê como uma pessoa mais racional?


As pessoas emotivas tendem a dar muito valor para as palavras ditas e demonstrações de afeto. Já as pessoas mais racionais  valorizam as atitudes e a constância dos comportamentos. De fato, é bom manter um equilíbrio entre o emocional e racional, pois assim, conseguimos aproveitar o melhor dos relacionamentos. 

Existem pessoas que são extremamente dependentes emocionais de outras pessoas, e isso não é falta de amor próprio, é somente a super valorização do outro e o hábito de nutrir pelo próximo o sentimento exagerado. Muitas vezes, as pessoas que mantém a dependência emocional não percebem que se importam demais, sentem demais, sofrem demais, choram demais, se doam demais e acabam caindo no hall do da não reciprocidade, e lá não é um lugar legal.

É importante saber que a chave que mantém todo bom relacionamento é a reciprocidade e respeito.  Ninguém da o que não tem.

Quando falo de chave, de maneira usual, podemos  analisar que a chave é algo que abre ou fecha coisas como uma porta, um cadeado, um carro, grade... Mas essa chave metafórica é a que abre e fecha o coração e as emoções. É necessário encontrar o equilíbrio, saber que entre o 8 ou 80 existem 72 maneiras de descobrir a racionalidade, reciprocidade e a via de mão dupla que é se relacionar.

Lembre-se: 

  1. Você não é o que você sente.
  2. Amar é uma decisão.
  3. Diga que ama, mas amar não é só dizer.

Para não perder o costume, reflita, guarde e leve esse frase para sua vida:

Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.

Provérbios 4:23

Beijos e uma excelente semana na paz de Deus! #aindausemascara #colunistaoficialAU

Comunidade do Estágio
Ana Carla Gouveia
Ana Carla Gouveia Seguir

Administradora que estuda Pedagogia na UERJ. Aquela professora que é tia sim; conhecida por mil coisas ao mesmo tempo! As vezes Carla, sempre Ana ✅

Ler conteúdo completo
Indicados para você