[ editar artigo]

Panflete-se!

Panflete-se!

Qual significado do ato panfletar? O panfleto é um artifício muito usado até hoje, seu objetivo é divulgar um serviço ou produto, de uma forma em massa, algo barato que pode ser descartado por quem não se interessa pelo o que está sendo divulgado, mas que também pelo fato de ser entregue a uma grande quantidade de pessoas, pode te gerar um lead.

Não quero vender nada, por quê me interessaria por isso?

No mundo de hoje, estamos sempre querendo vender algo, seja um produto ou serviço como no exemplo do panfleto, ou até nós mesmos, vender-se no sentido de se promover, e para uma boa auto promoção devemos criar uma rede de gente boa, e fazemos isso atravé do NETWORKING.

"Networking é construir uma rede de contatos profissional para trocar experiências e informações e potencializar oportunidades através de relacionamentos."

O networking é baseado na colaboração, reconhecer que não somos bons em tudo é o primeiro passo para que tenhamos uma boa rede, também precisamos saber com quem nos relacionar, por isso temos frases famosas como "Você é a média das 5 pessoas com que mais convive" ou "Se você é o mais inteligente da mesa, você está na mesa errada". Frases como essas, servem de alerta contra a sua vontade natural de permanecer na zona de conforto, de que precisamos conhecer novas pessoas para aprender com suas experiências, e assim conseguirmos contatos que nos permitem realizar atividades que não conhecemos e também potencializar nossas oportunidades.

Rejeição ao networking.

Como diz o Seiiti Arata fundador da Arata Academy, há três principais raizes nas rejeições ao networking, a primeira delas é a ESCOLA, não você não leu errado, de fato a escola tende a fortalecer essa rejeição, pois como já foi dito o networking é baseado na colaboração, e os principais meios de aprovação das escolas, em sua maioria buscam avaliar o desempenho individual da pessoa que é punida por qualquer tipo de COLA...boração, claro que isso é importante, pois ali é um ambiente inicial, onde deve ser desenvolvido os conhecimentos individuais, mas isso não deixa de criar um viés em sua mente. A segunda raiz da rejeição, é o EGO, quando nós nos sentimos totalmente autosuficientes, não nos permitimos reconhecer que a experiência de outra pessoa, possa nos ajudar a esclarecer algumas questões e agilizar processos, que seriam infinitamente mais demorados caso tivessemos que adaquirir aquela experiência por conta própria. A terceira e última raiz são os próptios EVENTOS DE NETWORKING, esses eventos podem ser intimidadores e até mesmo um pé no saco, nem todo contato que você vai ter em um evento como esse te parecerá promissor, tentativas de vendas de produtos que não lhe interessam, convites de esquema de pirêmide disfarçados e outras coisas mais que podem te gerar um trauma com essa experiência, mas assim como no exemplo do panfleto, pela grande quantidade de contatos feitos, possívelmente algum deles seja interessante para um projeto atual ou oportunidade futura.

Construindo minha rede.

O educador financeiro e youtuber Thiago Nigro também conhecido como PRIMO RICO, junto ao Samuel Pereira fundador da Segredos da Audiência, realizaram um bate papo sobre como fazer networking, uma das coisas abordadas nessa conversa e que temos que ter em mente é gerar valor para aquela pessoa, o networking deve ser uma troca e não apenas uma relação de mão única, ou seja entenda quem é aquela pessoa que você quer construir uma relação e manter em sua rede e apresente um valor que você possa agregar a ela, assim você proivavelmente conseguirá uma reciprocidade, a pessoa pode vir a fazer algo que te beneficie sem um senso de obrigação, e sim por realmente querer fazer. Outro ponto essêncial é ter um bom storytelling que o youtuber também chama de storySELLING, pois está muito atrelado a arte de vender-se, nós devemos ter uma forma de apresentação que gere identificação com o propósito da pessoa, e também que forneça informações sobre nós, pois um relacionamento é baseado em confiança e a confiança só é adquirida a partir do momento que se conhece o idividuo. Os outros dois passos para ter uma boa rede, são o uso das relações já estabelecidas e também das redes sociais. "usar" uma relação já estabelecida, é fazer a famosa ponte entre nós e a pessoa que pretendemos ter uma relação, ou seja, verifique em sua rede se há um contato em comúm com a tal pessoa, pois uma apresentação de alguém já próximo, é mais confiável que uma abordagem direta, pois aquela pessoa já tem uma boa referência de você.

 Já as redes sociais te oferecem um grande alcance seja ela qual for, para um fim profissinal falemos do LINKEDIN. Ter um perfil no linkedin é algo de extrema importância nos tempos atuais, pois ele te fornece oportunidades que você nem pensa que pode ter, as pessoas conectadas a você podem te conhecer melhor profissionalmente, através do seu perfil, das suas interações e suas postagens, outra vantagem do linkedin é o contato com pessoas que sejam importantes de alguma forma, seja famosa por seu sucesso e que te inspirae, ou então o entrevistador do seu processo seletivo, neste ambiente você também terá informações preciosas seja de cursos, vagas ou empresas. Além disso é um ambiente que favorece a colaboração, indicações podem ser feitas, campanhas de recolocação no mercado são recorrentes, e também oportunidades de desenvolvimento.

Iai, tem praticado seu networking? Como está a qualidade e diversidade da sua rede de contatos? Comente sua opinião e experiências!

Vídeos para aprofundamento:

Seiiti Arata: Networking é ajudar os outros e aceitar que você precisa de ajuda | Oi! Seiiti Arata 127

Thiago Nigro e Samuel Pereira: OS 4 PASSOS PARA VOCÊ DESENVOLVER O SEU NETWORKING!

Diego Cidade sobre Linkedin: LinkedIn para Universitários 🎓 #PrimeirosPassos

#ColunistaOficialAU

Comunidade do Estágio
Ler conteúdo completo
Indicados para você