Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

O processo seletivo e suas frustrações

O processo seletivo e suas frustrações
Ana Bertho
ago. 1 - 3 min de leitura
3 Curtidas
2 Comentários
0

 

Parte obrigatória de quem não tem o Q.I (Quem Indica) – normalmente já passa para a entrevista ou cargo em si–  é o processo seletivo. 

Com o mundo moderno e tecnológico, os processos acompanharam as inovações criando diversas plataformas que divulgam vagas, realizam os testes, cadastro e todas as informações para quem procura emprego. 

O contato presencial com o empregador e a chance de se apresentar é quase mínima nos dias atuais. As melhores oportunidades se encontram online. A aderência ao modo remoto de trabalho também ajudou a ampliar os opções de vagas. 

As oportunidades parecem infinitas. Tudo parece conectado e mais fácil. É o mundo ideal com um catálogo para escolher e aplicar nas preferências. 

Só que não. Pelo menos na maioria das vezes.

Alguns processos seletivos são excruciantes; outros são chatos; uns raros são bem simples. Tem processo que você até desiste de fazer de tão absurdo ou inverossímil. Também tem aqueles que você precisa criar algo mirabolante para mostrar o seu potencial, mas não tem como confiar que só não estão te usando por ideias gratuitas. 

Melhor do que discorrer sobre isso é fazer um jogo sobre. Colocarei todas as coisas que já passei em processos para nos unirmos nessa saga.

Vamos fundar nosso clube dos humilhados pelo processo?

 

 

  • Você se inscreveu no processo e em seguida a mensagem automática já te reprovou.    + 10 pontos.

  • Você encontrou uma vaga maravilhosa, mas o link era duvidoso e pedia nome dos pais, endereço, CPF e identidade para cadastrar.    + 25 pontos. 

  • Você enviou seu currículo para a vaga, ela disse que você passou e mandou um link para você preencher tudo que estava no mesmo currículo que, supostamente, te classificou.   + 25 pontos.

  • Você recebeu o mesmo e-mail de rejeição mais de 3 vezes seguidas pelo bot.    + 10 pontos.

  • ​​​​​​​Você só teve seu currículo visualizado 9 meses depois de enviado.  +15 pontos.

  • ​​​​​​​Você fez inscrição na vaga, não passou e a vaga continua aberta depois de 2 meses.  + 10 pontos. 

  • ​​​​​​​Você tirou nota alta no teste automatizado, passou para outro teste automatizado com nota alta também, mas não passou para o restante do processo.  + 15 pontos.

  • Você envia tanto currículo que já nem lê mais as especificações e só sai enviando.   + 10 pontos.

  • Você já foi chamado para entrevista, mas não passou porque o seu curso não seria adequado para a vaga e apagou todo o seu desempenho até lá.    + 20 pontos. 

  • Você já não sente mais nada quando tem um e-mail novo.  + 10 pontos.

 

A sua pontuação bate com a sua frustração ou ultrapassa? 

Comenta aqui suas desventuras e vamos tentar fazer disso algo que nos conecte, faça rir por um segundo para termos a força de seguir em diante na inscrição do próximo. 

Uma hora vai. Assim esperamos. 

 

 

 


Denunciar publicação
3 Curtidas
2 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você