[ editar artigo]

O autoconhecimento como ferramenta para o jovem

O autoconhecimento como ferramenta para o jovem

Resiliência. Flexibilidade. Paciência. Empatia. Companheirismo.

As empresas – e a vida em sociedade – exigem tantas soft skills que fica difícil decidir qual adquirir, ou melhorar, primeiro.

A grande realidade é que essas e outras habilidades são desenvolvidas à nível intrapessoal. Isso quer dizer que a qualidade e constância das tais depende diretamente da regularidade e da dedicação com a qual a pessoa se dispõe a pratica-la. Então antes mesmo de se candidatar a vaga, a um novo cargo ou a um novo desafio em sua vida, é necessário avaliar se você tem ou não as habilidades exigidas.

 

Mas e se eu não tiver, o que eu faço???

 

 

Calma lá marujo! É aí que podemos utilizar o autoconhecimento como ferramenta para melhorar nossa performance.

 

 

Primeiramente é importante reconhecer que a prática da autoanálise pode e deve ser levada para outras áreas, não ficando presa apenas no âmbito profissional. Os benefícios de reconhecer suas emoções e entender a fundo suas razões e starts para senti-las são gigantescos. Tais benefícios saltam da margem pessoal da aceitação e consciência para a empatia e fraternidade. É uma jornada de conhecer a si mesmo enquanto aprende sobre o mundo à sua volta. 

 

Particularmente eu adquiri o hábito de fazer uma autoanálise a cada novo desafio que me aparece, ou que me comprometo a realizar. Isso não significa que não me conheço, mas sim que preciso estar inteiramente consciente do nível de estudo ou experiência naquele assunto em particular. Uma observação detalhada de si para uma atuação específica.  E eu fui motivado a iniciar essa prática a partir da famosa frase atribuída ao filósofo Platão:

 

"Conhece-te a ti mesmo."

 

 

Isso quer dizer, em nosso contexto, que antes de qualquer coisa eu preciso me conhecer naquilo.

 

 

De maneira mais prática, ao colocar seus esforços na análise de pontos fortes e fracos se obtém uma síntese mais detalhada sobre suas aptidões e melhorias necessárias. 

 

Assim você pode reconhecer novas paixões e coisas em que é bom ao passo que se aperfeiçoa nelas!

 

É uma prática que melhora a cada vez que se repete.


E aí, vamos se conhecer?

 

 

 

 

Comunidade do Estágio
Ely Andrade
Ely Andrade Seguir

Colunista oficial da Comunidade 🏆 Top 3 Autores dos meses de Agosto, Setembro e Dezembro | Cursando LCH - UFABC e apaixonado por arte! #AUInfinitoEAlém

Ler conteúdo completo
Indicados para você