Comunidade do Estágio
Comunidade do Estágio
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Mercado profissional: Zona de exclusão e discriminação

Weslley Reis
dez. 30 - 2 min de leitura
000

Bom dia amores, tudo bem?

Hoje recebi feedback de um processo seletivo para instrutor de inglês de rede de ensino, porém não passei no processo seletivo por não ter a fluência em inglês a qual a escola exige. E infelizmente, é motivo de rasgar e atacar fogo no certificado do curso de inglês. Entretanto, percebo que quase 10 anos depois não uso pra droga nenhuma. E as pessoas do meu ciclo familiar, colegas da faculdade e amigos desdenham de tudo que eu faço.

Estou muito triste e impotente porque sinto que tudo que eu faço nada presta. Isso é um relato de um universitário que foi excluído pelo mercado de trabalho como tantos outros que são cancelados pelos recrutadores que se acham que são melhores que nós e nos fazem de "produtos" e não co-produtores.

Acho ridículo pessoas desqualificadas criticarem e desdenharem de nós e tantas outras que falam que podemos praticar o inglês, espanhol ou qualquer língua com musiquinhas, filmezinhos e jogos RPG no sofá de casa. Talvez não souberam o que batalhar no estoque de loja de calçados como trabalhei ou ter mês que tinha que apertar o orçamento pra pagar a mensalidade de um cursinho de idiomas como a minha falecida segunda mãe fez. Não sei o que faço, terei que fazer um curso de inglês tudo de novo pra reciclagem e para me garantir como profissional de TI.

Infelizmente, estou de pés atados e não sei por onde começar. Fica aí a dica pra vocês de como esse mercado brasileiro é discriminatória, exclusor e desqualificante, principalmente as mulheres e a comunidade LGBTQI+.


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você