Comunidade do Estágio
Comunidade do Estágio
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Mercado de capitais para startups: do investimento ao estagiário.

Mercado de capitais para startups: do investimento ao estagiário.
Júlia Abrãp
mar. 5 - 6 min de leitura
000

O mercado de capitais é uma das áreas mais importantes do mercado financeiro, pois é responsável por conectar empresas que precisam de capital com investidores dispostos a investir em seus negócios, lembrando que existem dois mercados, o primário e o secundário (mas isso fica para um próximo post). Conheça, a seguir, as principais frentes de atuação no mercado de capitais:

 

Oferta Pública de Ações (IPO): essa frente é uma das formas mais comuns de captação de recursos no mercado de capitais. Durante um IPO, uma empresa emite ações para o público pela primeira vez, permitindo que os investidores comprem e possuam uma participação no negócio.

 

Oferta Pública de Debêntures (OPD): As debêntures são títulos de dívida emitidos por empresas com o objetivo de captar recursos de investidores. Na oferta pública de debêntures, a empresa emite esses títulos para o público, que pode comprá-los como uma forma de investimento.

 

Oferta Pública de Fundos de Investimento Imobiliário (FII): Os fundos de investimento imobiliário (FII) são uma forma de investimento que permite que os investidores invistam em imóveis sem precisar comprar um imóvel físico. Durante uma oferta pública de FII, a empresa emite cotas do fundo para o público, que pode comprá-las como uma forma de investimento.

 

Mercado Secundário: O mercado secundário é onde os investidores podem comprar e vender ações, debêntures e outros títulos que já foram emitidos. Esse mercado permite que os investidores comprem e vendam títulos com facilidade, tornando o mercado de capitais mais líquido.

 

Investimento em Startups: As startups também podem acessar o mercado de capitais por meio de rodadas de investimento de capital de risco ou por meio de plataformas de investimento online, que conectam startups com investidores interessados em financiar seus negócios.

 

Essas são apenas algumas das frentes de atuação no mercado de capitais, mas existem muitas outras, como a emissão de títulos de dívida, emissão de ações preferenciais, entre outras. Cada frente de atuação apresenta seus próprios riscos e benefícios, e é importante que os investidores entendam essas diferenças antes de tomar uma decisão de investimento.

 

O mercado de capitais é uma importante fonte de financiamento para empresas em fase de crescimento, nesse primeiro artigo, vamos falar das startups. Essas empresas têm uma grande necessidade de capital para investir em pesquisa e desenvolvimento, aprimorar sua tecnologia, expandir sua base de clientes e aumentar sua presença no mercado. Nesse sentido, o se jogar no mercado de capitais pode oferecer uma solução para atender a essa demanda.

 

Mas, e o acesso? As startups têm várias opções quando se trata de acessar o mercado de capitais. Uma delas é através de investidores anjos, que são investidores individuais que fornecem financiamento inicial em troca de participação acionária na empresa. Outra opção é o crowdfunding, onde muitos investidores investem pequenas quantias para apoiar uma startup. Além disso, as startups também podem buscar investimento de venture capital, que são empresas especializadas em investir em empresas em estágio inicial.

 

Uma vez que a startup tenha crescido e tenha um histórico financeiro sólido, ela pode considerar uma oferta pública inicial (IPO) para levantar capital através do mercado de ações. Nesse ponto, já temos uma robustez do negócio e a empresa está bem maior, o que viabiliza para a empresa venda de ações para o público em geral, aumentando a chance de ganho de capital para expandir e crescer ainda mais.

 

No entanto, o mercado de capitais também tem seus riscos e desafios. Uma IPO, por exemplo, requer muita documentação, regulamentação e custos associados. Além disso, uma vez que a empresa esteja listada na bolsa de valores, ela estará sujeita a constante “vigia” do público e de reguladores, o que pode afetar a privacidade e a flexibilidade da empresa.

 

Outra preocupação é a avaliação justa da empresa, startups geralmente são avaliadas com base em seu potencial futuro, em vez de sua receita ou lucro atual. Isso pode resultar em uma avaliação inflacionada da empresa, o que pode tornar a oferta pública inicial menos atraente para os investidores.

 

No entanto, se gerenciado corretamente, o mercado de capitais pode oferecer às startups a oportunidade de obter o financiamento necessário para crescer e expandir. É importante que as startups trabalhem com consultores financeiros e jurídicos experientes para ajudá-las a navegar no processo e garantir que tomem as melhores decisões para seus negócios.

 

Nessa linha sobre pessoal para integrar os times, os estagiários têm uma importante função na área de mercado de capitais para startups. Eles desempenham diversas atividades, como a análise de dados financeiros, que é fundamental para o processo de tomada de decisões financeiras da empresa. Além disso, os estagiários também são responsáveis pela criação de relatórios e apresentações, que são usados para comunicar informações financeiras relevantes aos investidores, reguladores e outros stakeholders. E ainda, os estagiários também podem desempenhar outras tarefas administrativas, como a organização de arquivos financeiros e a preparação de documentos para auditorias. Essas tarefas podem parecer simples, mas são cruciais para manter a organização e a eficiência da área de mercado de capitais.

 

Em conclusão, o mercado de capitais é uma fonte viável de financiamento para startups, oferecendo uma variedade de opções para levantar capital. No entanto, essas empresas devem estar cientes dos desafios e riscos associados à oferta pública inicial e trabalhar, sempre, com consultores experientes para garantir o sucesso financeiro a longo prazo. No geral, os estagiários têm um papel fundamental na área de mercado de capitais para startups e são peças-chave na engrenagem financeira da empresa. Se você tem vontade e interesse nesse universo, anote aí para acompanhar os principais nomes do mercado de capitais (baseado no elencado pela lista Exame*) e tentar uma vaga de estágio:

 

 

Petrobras;

Vale;

Itaú Unibanco;

Ambev;

Bradesco;

Weg;

Santander;

Eletrobrás;

BTG;

Banco do Brasil.



Denunciar publicação
    000

    Indicados para você