[ editar artigo]

Língua Portuguesa: Morfologia

Língua Portuguesa: Morfologia

 

A Língua Portuguesa é um tópico que assusta muitos por sua complexidade e assuntos variados. Mas não precisa ser assim. Para começar, existem quatro pilares fundamentais que compõe a sua base: Semântica, Fonética, Morfologia e Sintaxe. Neste artigo meu foco será na Morfologia, uma vez que esta classe sustenta as demais. 


 

Esta categoria é responsável por definir as classes de palavras e o seu emprego. Consiste em 10: artigo, substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, preposição, advérbio, conjunção e interjeição. 


 

A partir destas denominações, existem duas classificações que auxiliam ao se tentar identificar qual é qual: variáveis e invariáveis.

 

Variáveis:

. Artigo

. Substantivo

. Adjetivo

. Numeral

. Pronome

. Verbo

 

Variáveis, pois têm que concordar com o que as acompanha, de acordo com o  contexto

 

Invariáveis:

. Preposição

. Advérbio

. Conjunção

. Interjeição

 

Como o próprio nome diz, permanecem iguais, não importa o contexto.

 

A seguir, alguns exemplos:

 

Os alunos chegaram atrasados

As alunas chegaram atrasadas

 

Os termos sublinhados são a derivação de uma mesma categoria, o adjetivo. Sofrem variações para concordar com o sujeito, no caso, “os alunos/as alunas”. Portanto, são predicativos do sujeito e representam uma qualidade atribuída ao mesmo.

 

Os alunos chegaram cedo

As alunas chegaram cedo

 

Dessa vez, os termos destacados correspondem ao advérbio, portanto, são adjuntos adverbiais. É invariável.

 

A língua portuguesa é uma arte, e como tal, tem nuances que precisam de atenção para serem assimiladas. Uma delas é o fato de que certas palavras apresentam mais de uma classificação, de acordo com o seu emprego na frase.

 

Alguns exemplos:

 

Temos que nos preparar agora (advérbio)

                                                    

Temos que nos preparar para o agora (substantivo)

                                                     

Os alunos precisam correr (verbo) muito

                                   

Com o correr (substantivo) dos tempos, muitas coisas mudam

            

 

O artigo empregado antes de cada termo sublinhado mudou a sua morfologia, de advérbio/verbo, passaram a ser substantivos, ou palavras substantivadas.

 

Há palavras que mudam a sua morfologia de acordo com o contexto.  Alguns casos bem comuns:

 

Palavra “A”

. Artigo (variável)

. Pronome pessoal do caso oblíquo (variável)

. Pronome demonstrativo (variável)

. Preposição (invariável)

 

Toda a turma (substantivo) chegou

            

O artigo sempre vem acompanhado de substantivo

 

Eu a (pronome oblíquo) comprei para você

     

“A” com função de pronome oblíquo sempre acompanha um verbo, seja antes, no meio ou depois dele na sentença

 

Esta é a (pronome demonstrativo) que eu comprei

           

“A” como pronome demonstrativo não acompanha um verbo

 

Todos começaram a (preposição) estudar hoje     

                              

A preposição, neste caso, conecta os dois verbos e não sofre variação

 

Palavra “Que” 

. Pronome (variável)

. Conjunção (invariável)

. Essas são as mais frequentes, mas na realidade são mais de 15 variações

 

Uma observação a respeito do “que” como pronome: Para facilitar a identificação de pronomes é pensar que, por serem variáveis, vão se conectar a componentes similares . Além de que, quando a palavra analisada está nessa função, você pode trocar por outras que o sentido será o mesmo.

 

A turma que (pronome relativo) está na sala 2 estuda bastante

*Substituto: a qual

 

Quero que (conjunção subordinativa integrante) você seja aprovado

*Além de não ser substituível, vem antes do verbo

 

Palavra “Se”

. Palavra expletiva (sua ausência não compromete o entendimento da frase; usada para dar ênfase)

. Pronome apassivador (referente a voz passiva)

. Pronome reflexivo (o sujeito da frase pratica e sofre os efeitos 

. Parte integrante do verbo (não há verbo sem pronome)

. Índice de indeterminação do sujeito 

. Conjunção

 

Foi-se (palavra expletiva) embora

     

Entregou-se (pronome apassivador) o prêmio

               

Levantou-se (pronome reflexivo) rápido

                 

Queixou-se (parte integrante do verbo) de você

               

Precisou-se (índice de indeterminação do sujeito) de ajuda

                

Vou se (conjunção) você me ajudar

     

Comunidade do Estágio
Ler conteúdo completo
Indicados para você