[ editar artigo]

Já Se Parabenizou Hoje?

Já Se Parabenizou Hoje?

Durante esse tempo de quarentena, pude me conhecer um pouco melhor.

Passei muito tempo analisando quem eu sou, afinal, sempre precisamos responder perguntas como “qual seu maior defeito?” ou a clássica “defina você em poucas palavras”.

Eu tremia com essas perguntas, afinal, eu nunca tinha parado um tempo pra entender bem quem eu era de verdade. Sempre respondia com aquele clichêzão, nem sempre tão natural quanto eu esperava.

Nesse tempo parada, pude refletir sobre alguns pontos e um deles tomou minha atenção: Eu me cobro MUITO. Até pontuei como um dos meus maiores defeitos na última entrevista que fui.

Bom, é isso. Entendi um ponto gigantesco que move muito o meu eu.

Pra finalizar a análise, ainda me deparei com a seguinte pergunta: Você se parabeniza o tanto que se cobra?

Logo fiquei nervosa, respondi com um sonoro “não”.

Claro que não entendia os motivos por trás disso, pra ser sincera, ainda não entendo. Estou aprendendo a lidar com isso e tentar enxergar as coisas boas que faço dentro de tudo que acontece.

Por exemplo, eu tirei um 10 no TCC. Motivo demais pra sair comemorando por aí como se não houvesse amanhã.

Eu mesma acabei com a minha festa porque falei uma palavra errada, na verdade, na minha cabeça eu disse a palavra errada. Já nem posso afirmar se eu disse mesmo. Isso me torturou por dias. Na verdade, ainda me incomoda um pouco.

Claro que não posso retornar e alterar o que já foi feito. Mas não tirei o tempo para curtir e me parabenizar por essa conquista.

Essa é só mais uma das coisas descobertas sobre mim nesse tempo de isolamento social. 

Então, caros leitores, os convido a olhar com mais carinho para as suas conquistas e comemorar mais. Se parabenize o tanto que você se cobra. Você é mais do que resultados.

Comunidade do Estágio
Andreza Barroco
Andreza Barroco Seguir

Colunista Oficial. Graduanda em Engenharia Mecânica. Apaixonada por livros, séries e filmes.

Ler conteúdo completo
Indicados para você