Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Introdução às redes sociais x empresa

Introdução às redes sociais x empresa
Marina Vale
nov. 17 - 5 min de leitura
2 Curtidas
2 Comentários
0

Há quem ache que hoje em dia todo mundo sabe usar todas as redes sociais. Mas não se engane! Muita gente ainda está aprendendo. Por isso resolvi fazer essa postagem como se fosse uma primeira aula sobre Facebook, Instagram e Twitter.

A proximidade com o cliente é uma das melhores formas de mantê-los. Grandes empresas como Netflix, Ponto Frio e Magazine Luiza utilizam as redes sociais para cumprir isso respondendo comentários, mensagens privadas e até mesmo fazendo postagens mais cômicas e informais fazendo com que seus seguidores compartilhem em suas redes, comentem com os amigos ou tirem o famoso print para mostrar para outras pessoas. 

Fiz aqui descrições breves das redes sociais anteriormente citadas: 

Facebook

Lá você pode criar uma página para o produto/marca/empresa onde pode ser compartilhada informações de serviço e propagandas que estamos acostumados a ver em televisão e plataformas offline (revistas, outdoor etc), mas o que também pode ser feito são postagens de fotos, vídeos, stories, fazer perguntas, pedir opiniões.

Também existe a opção de criar um grupo onde podem participar clientes, organizadores, profissionais do produto/marca/empresa ou simplesmente pessoas que querem conhecer mais sobre o assunto. O grupo pode ser feito com vários intuitos: mostrar novidades, fazer enquetes... Mas principalmente criar um espaço para compartilhar experiências. Assim como existiam as famosas caixas de sugestão, hoje em dia as sugestões, elogios e críticas vão direto para as redes sociais.

De acordo com o site Techtudo “As Páginas foram criadas pelo Facebook para facilitar o contato do público com marcas ou artistas de forma mais abrangentes que os perfis pessoais. Já os grupos são voltados para discussões privadas e – por definição – a um número pequeno de pessoas.”

Instagram

A rede funciona, principalmente, com imagens. Não necessariamente fotos. Artes gráficas com poucas palavras nas imagens, vídeos e tutoriais.

Os perfis usam muito os stories para mostrar o dia a dia da empresa, vídeos mais pessoais e fazer perguntas.

Nos stories, existem diferentes ferramentas fascinantes para serem exploradas. Alguns perfis fazem brincadeiras onde os seguidores devem acertar perguntas com apenas duas opções (a ferramenta “enquete”) e isso se torna um jogo divertido. Perguntas como “Quantas sedes possuem nossa empresa?” com as duas opções “2 sedes” e “3 sedes” e no momento em que a pessoa escolhe sua opção ela obtém a resposta correta imediatamente. Vira um jogo de adivinhação/conhecimento.

Também existe a ferramenta de “perguntas” onde podem ser pedidas sugestões ou até mesmo perguntas sobre o dia a dia dos usuários como “O que você costuma fazer na Páscoa?”. Após receber as respostas, compartilhá-las e comentá-las ali mesmo nos stories também é importante porque os seguidores sentem que fazem parte daquele perfil.

De acordo com o site RockContent: “Um relatório feito pela empresa Fast Company mostrou que o engajamento das pessoas no Instagram é 15 vezes maior do que no Facebook, mostrando como o investimento nesta rede social pode ser muito eficaz no objetivo de criar uma comunidade em torno de sua marca.”

Twitter

As postagens nessa rede social são chamadas de “tweets”. Cada tweet pode conter até 280 caracteres. Pode parecer muito limitado, mas isso faz com que a comunicação seja curta, clara e objetiva. Porém, as mensagens privadas não possuem limites de caracteres.

Também é uma plataforma muito utilizada para o cliente entrar em contato com a empresa/marca.

Um estudo divulgado pelo Status Brew, mostra que 77% dos usuários do Twitter se sentem mais positivos em relação a uma marca quando o tweet é respondido.

E as Hashtags?

Agora vamos falar de uma ferramenta utilizada nessas três redes sociais, as famosas hashtags. São palavras acompanhadas do símbolo “#” e servem de guia.

No Instagram, por exemplo, os seguidores procuram assuntos através das hashtags. Então se vão procurar postagens relacionadas a música, vão digitar “#musica”. E se for mais de uma palavra, devem ser escritas juntas como, por exemplo “#modaalternativa”.

As hashtags são utilizadas para os seguidores encontrarem postagens de determinado assunto. Funciona como um filtro. Se digitar na busca “#musica” irá aparecer apenas postagens/imagens/vídeos que utilizaram essa hashtag.

Como usar?

Elas são colocadas no final da postagem junto do texto.

Exemplo: uma postagem dando dicas de alimentos para melhorar a imunidade. Temos uma imagem com fotos dos alimentos e, abaixo, na descrição, está escrito “Qual desses você mais gosta e qual desses você menos consome?” e depois temos as hashtags #saudenoprato #aperitivos #alimentacaosaudavel #imunidade

 

Essas são algumas das muitas redes sociais utilizadas com diversas finalidades. Como já disse no início da postagem, sei que algumas pessoas olharão e pensarão "eu já sabia disso!", mas muita gente ainda não sabe a acho justo compartilhar conhecimento.

Agora é a sua vez! Qual sua rede social favorita? Você já entrou em contato com empresas através de redes sociais? Como foi?

 

“E para o caso de não nos vermos mais, bom dia, boa tarde e boa noite!”


Denunciar publicação
2 Curtidas
2 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você