[ editar artigo]

Indústria 4.0

Indústria 4.0

Indo direto ao ponto, a  Indústria 4.0 é dada como sinônimo para a atual 4ª Revolução Industrial. 

Segundo um estudo da Universidade de Xangai, 

Indústria 4.0 é um termo coletivo para designar tecnologias e conceitos, entre eles sistemas ciber-físicos, internet das coisas e computação em nuvem.

Em outras palavras, é uma expressão utilizada para o contexto atual, onde as tecnologias mais avançadas predominam.

 

Mas você sabe o que seriam exatamente essas tecnologias citadas? Não se preocupe, vou explicar de uma maneira bem simples.

Sistemas ciber-físicos

Um elemento predominante dos sistemas ciber-físicos são os sensores: eles captam informações importantes do nosso mundo real e, a partir disso, tomam decisões sem interferência humana. O carro autônomo é um exemplo que utiliza os sistemas ciber-físicos.

Um sonho andar de carro sem se preocupar em dirigir... Isso é possível graças aos sistemas ciber-físicos!

Internet das coisas

É um conceito que traduz a conexão de objetos em geral através da internet. Podemos citar as casas inteligentes, onde geladeiras, lâmpadas, ar condicionados e outros eletrodomésticos são conectados à internet de modo a aumentar a praticidade e o conforto dos usuários. 

Agora não tem mais desculpa pra perder a chave de casa: através do aplicativo do Nuki Smart Lock, você consegue trancar e abrir portas e monitorar as entradas e saídas de sua casa.

Computação em nuvem

É a forma de utilização de serviços computacionais que podem ser utilizados através da internet e, consequentemente, acessados ao redor do mundo. Entre esses serviços estão incluídos documentos digitalizados, programas, bancos de dados e servidores. O Dropbox e o Google Drive são exemplos bem conhecidos que se utilizam da computação em nuvem. Através desses aplicativos, é possível armazenar e compartilhar diversos tipos de arquivos, no qual você pode acessar de qualquer máquina com acesso à internet.

A computação na nuvem já me salvou muito com aqueles trabalhos em grupo que nem sempre a gente pode se reunir na casa do outro

 

Os exemplos que eu citei são objetos ou serviços que estão no nosso cotidiano. Contudo,  é importante se atentar que todas essas tecnologias também estão presentes nas indústrias, revolucionando o modo de se produzir, tornando os processos mais eficientes e melhorando a qualidade dos produtos. É por esses motivos que tais recursos tecnológicos fazem parte da 4ª Revolução Industrial!

 

E aí? Gostou do conteúdo? Então, compartilhe e comente aqui!

Até a próxima!

#ColunistaOficial

Comunidade do Estágio
Caroline Ferreira
Caroline Ferreira Seguir

Olá! Me chamo Carol, sou estudante de Engenharia de Produção e extremamente curiosa (no bom sentido, claro!). Sempre com fone no ouvido, amo ler e aprender coisas novas. #ColunistaOficial

Ler conteúdo completo
Indicados para você