[ editar artigo]

Fome de poder - assista esse filme!

Fome de poder - assista esse filme!

 

Olá leitores, estamos hoje aqui para falar sobre como dois irmãos talentosos, empreendedores e muito persistentes perderam a maior franquia de fast food do mundo: Mc Donald's. Eu assisti novamente Fome de Poder essa semana, tem na Netflix e vou listar algumas atitudes do irmãos McDonald's, que criaram e fundaram o restaurante, e em seguida, atitudes de Ray Krok, responsável por disseminar as franquias dos Mc Donald's por toda Costa Oeste dos EUA, e como sabemos, mundialmente. 

Os irmãos Dick e Mac tiveram a grande ideia de fundar o Mc Donald's após fracassarem em uma série de tentativas de trabalho. Mac queria ser cineasta e Dick queria ser empregado. Os irmãos se uniram em prol dos sonhos um do outro e tiveram um cinema antes da grande crise de 1929, que faliu justamente por conta da mesma. Com todos os americanos falidos, praticamente, eles tiveram a ideia de vender hot dog, porque afinal, todo mundo precisa comer. Eles iniciaram com cardápio variado, com diversidade de comidas, e ao analisar o que mais saia de vendas no restaurante quiosque deles, cortaram do menu o que não vendia muito e focaram no que era mais pedido: hambúrguer, batatas fritas, milk shake e suco. Foi depois dessa análise de vendas que eles começaram um processo de desconstrução de um restaurante variado para o famoso Mc Donald's. Acontece que a visão e ideia dos irmãos era muito boa, eles trabalhavam da seguinte forma:

  1. Organização e inovação dos processos na cozinha.
  2. Criação do lanche e PERSISTÊNCIA.
  3. Sincronia no trabalho em equipe.
  4. Auto atendimento, tirando as garçonetes e serviços de pratos, trabalhando só com embalagens.
  5. Tempo para entrega: O Mc Donald's sempre quis entregar o lanche  rápido.
  6. Criatividade para inovar o jeito de comer nos Estados Unidos em 1954.
  7. Integridade, fidelização de clientes, QUALIDADE e PERFEIÇÃO no lanche.

Listei os sete pontos que mais me chamaram a atenção nos irmãos.

Agora vamos falar do Ray Krok... O cara era um vendedor, casado, sem filhos. Para os padrões de sucesso da época, era um sonhador mal sucedido, mas que não desistiu de vender algo que lhe faria rico e grande. A questão é que Ray comeu um dia no McDonald's e se apaixonou pelo lanche, insistiu para que os irmãos se associassem a ele, e permitisse que ele franquiasse o Mc(que já havia tentado antes, porém, não teve sucesso). Agora lá vão as 7 coisas que o Ray fez para criar o império de restaurantes do Mc Donald's:

  1. Insistiu para ser um sócio, mesmo com participação de 1,9% no lucro.
  2. Fez muito NETWORKING. Conheceu pessoas certas e também aleatórias, que compraram a franquia.
  3. Criou um CONCEITO para o Mc Donald's, e fez isso com base na FAMÍLIA. 
  4.  Conheceu alguém que fez ele ver que o ramo era imobiliário, e não alimentício.
  5. Criou uma nova empresa para ter AUTONOMIA nas decisões.
  6. Quebrou o contrato com os irmãos Dick e Mac.
  7. Se divorciou, com audácia e ambição, vendeu a parte dos irmãos McDonald's por 2,7 milhões de dólares, fez a promessa enganosa de 1% do lucro para eles. 

O que podemos aprender com esse filme?

O mundo é de quem faz acontecer. Ray Krok foi um grande trapaceador, mas também tinha boa lábia, persuasão, ego enorme, não se preocupava com os outros e muito menos com o que iriam pensar dele. Ele fez acontecer. Ele não tinha medo, para ele, literalmente o feito era melhor que o perfeito. Sem mais spoilers, eu deixo esse filme como indicação de aprendizagem, tanto para empreendedorismo, quanto para vida. Vale a pena ver, dar umas risadas e também ficar indignado com a trapaça, as vezes chamada de jogada de mestre, ou talvez o pulo do gato... Ai só a sua visão de mundo pode definir rs. Como eu sempre gosto de frisar, já dizia a Bíblia:

Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!

Jeremias 17:5

Bom filme! Beijos e #paz

Comunidade do Estágio
Ana Carla Gouveia
Ana Carla Gouveia Seguir

Administradora que estuda Pedagogia na UERJ. Aquela professora que é tia sim; conhecida por fazer mil coisas ao mesmo tempo... As vezes Carla, sempre Ana! ✅

Ler conteúdo completo
Indicados para você