[ editar artigo]

Engenharia de Produção: o curso curinga

Engenharia de Produção: o curso curinga

Difícil imaginar alguém que não irá vivenciar ou que não vivenciou aquela fase em que a pessoa não tem ideia do que vai fazer no futuro.


Eu mesma passei por isso no final do ensino médio. 

 

Foi aí que, depois de muita pesquisa, descobri um curso versátil, no qual eu poderia estudar sobre diversos campos que se encaixariam em muitos ramos do mercado.

Ela mesma: a Engenharia de Produção!

Normalmente, é um curso voltado para a área industrial, mas por possuir um perfil multidisciplinar, o engenheiro de produção também pode trabalhar em escritórios, bancos, lojas, produções artísticas etc.

Mas, afinal, o que o engenheiro de produção faz?

Segundo a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o diplomado da instituição poderá atuar no

“Planejamento, projeto, implantação, avaliação e controle de sistemas de produção [...], buscando integrar harmoniosamente homens, máquinas, equipamentos e meio ambiente.”

Você pode desempenhar papéis importantes em planejamentos, projetos e gerenciamentos que envolvem setores menores, como RH e o financeiro, e também participar de ações que impactam a empresa como um todo.

Geralmente, os engenheiros de produção estão lá para aumentar a eficiência dos processos, seja através da otimização do uso de recursos, diminuição dos custos e também do tempo. 

Viu? É um curso bem amplo, como já falei.

Além disso, outra dúvida muito comum é:

Qual a diferença entre Engenharia de Produção e Administração?

Segundo a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM),

“A engenharia de produção tem um conteúdo tecnológico, isto é o aluno cursa as disciplinas básicas de química, física e matemática complementadas por um conjunto de matérias de engenharia, tais como materiais, desenho técnico,[...] etc…"

"[...] Ambas as carreiras têm matérias sobre administração, comércio, contabilidade e técnicas de gerência. Na engenharia de produção essas matérias estão mais voltadas para a realidade industrial.”

Sacou?

Mas com tantos leques, não podemos acabar ficando mais indecisos ainda?

Sim, isso pode atrapalhar em muitos casos.

Por conta disso, é importante que se pesquise bastante e, principalmente, vivencie diferentes áreas, seja através de estágios, empresas juniores, projetos de pesquisa e outras extensões que a faculdade pode oferecer.

 

E aí? Gostou?

Tem alguma outra dúvida sobre a Engenharia de Produção? Comenta aqui que eu respondo!
Se souber de outras curiosidades sobre o curso, comenta também!!

Ah! Não deixa de curtir e compartilhar o post com seus amigos!

Até!!

#ColunistaOficial

Fontes: 
http://www.poli.ufrj.br/graduacao_cursos_engenharia_producao.php
https://www.ufsm.br/cursos/graduacao/santa-maria/engenharia-de-producao/areas-de-atuacao/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comunidade do Estágio
Caroline Ferreira
Caroline Ferreira Seguir

Olá! Me chamo Carol, sou estudante de Engenharia de Produção e extremamente curiosa (no bom sentido, claro!). Sempre com fone no ouvido, amo ler e aprender coisas novas. #ColunistaOficial

Ler conteúdo completo
Indicados para você