[ editar artigo]

Dúvidas sobre o futuro

Dúvidas sobre o futuro

Sempre vejo jovens como eu aflitos sobre o futuro, pois alguns não entraram na faculdade ou não estão satisfeitos com seus empregos atuais e querem mudar de carreira. Mas é preciso ter calma e planejamento nessa mudança.

A idade entre 20 a 30 anos na minha opinião é a mais complicada, porque além de problemas como ansiedade e depressão, também podemos nos sentir pressionados por familiares, amigos e colegas em geral. Muitas vezes essa pressão não é proposital, ela pode vir em uma simples conversa ou até mesmo das redes sociais.

Existe casos de jovens conseguem entrar para uma universidade e outros não, os aprovados se sentem bem e realizados sobre sua conquista., postam e divulgam por estarem felizes e encaminhados na vida. Já os que não entraram ou ainda não sabem o que seguir, pode se questionar sobre suas capacidades, interesses e até sobre toda a vida.

Mas essa é uma percepção negativa, uma vez que cada caso é um caso, por exemplo, ao ver essa alegria toda não se sabe ao certo se, alguns desses aprovados estão realmente felizes pela aprovação ou estão aliviados por conseguir entrar em qualquer faculdade, e desorientação pode ser muito prejudicial.

Ao longo prazo essa decisão incerta causa diversos transtornos, é como trabalhar em uma empresa, com um determinado cargo e se sentir extremamente infeliz. Vai acontecer a mesma frustração do começo só que pior, já que a pessoa ira se menosprezar por ter perdido anos em um trabalho (muitos desses que só ajudam a ter experiência e carteira) e está velha para começar algo novo.

É normal ter esse tipo de aflição, ainda mais como o mundo atual que"cobra" o tempo todo de nós jovens, por isso é fundamental pesquisar e ter a certeza do que quer, para não se arrepender no futuro. Mas NUNCA É TARDE PARA NADA.

Independentemente da idade ou da área é importante sempre ter calma para decidir, buscar orientação com amigos e até nas próprias redes sociais (Onde se pode interagir com qualquer grupo). Testes vocacionais podem até abrir a mente para novos horizontes, mas é preciso também ter uma auto análise e gostar da área escolhida (seja qual for a média salarial).

Sempre indico trabalhar isto com ajuda psicológica (ela pode ser um ótimo guia) ou até os próprios amigos e familiares próximos, que o conheça e tenha noção dos seus problemas, suas rotinas, habilidades, dificuldades e gostos. É um diálogo simples e necessário como este, que muda a vida e o futuro dos jovens.

 

 

 

 


 

Comunidade do Estágio
Ler conteúdo completo
Indicados para você