[ editar artigo]

Como ter coragem de começar algo novo

Como ter coragem de começar algo novo

Já não é tanta novidade assim que começar algo novo pode ser muito estimulante para o nosso cérebro. A incerteza gera desconforto à medida que sair das nossas zonas de conforto nos traz inúmeras possibilidades antes desconhecidas.

Segundo uma pesquisa da Universidade de Yale, o nosso cérebro “só aprende quando há incerteza”, ou seja, cientificamente, quando esbarramos com situações instáveis e desconfortáveis, é como se forçássemos o nosso cérebro a trabalhar mais. Enquanto a estabilidade o “desliga”.

Sabe aquilo de tentar aprender a tocar instrumento? Abrir um negócio? Trocar o curso de graduação? Estudar um novo idioma, ou até mesmo aceitar o desafio de ser colunista de uma comunidade online? Você pode pensar: mas e o medo de errar? O que é muito comum quando nos disponibilizamos a tentar algo novo. Mas quando paramos para pensar que o medo nos protege, nos impede de passar por situações frustrantes, somos obrigados a pensar que ele impede também o êxito.

Contudo, sempre é bom levar em consideração que algumas atitudes práticas podem te ajudar nessa caminhada de novas possibilidades. Confira!

1) Separe o medo racional do medo irracional.

É super normal termos medo quando não conhecemos um cenário. Porém, é importante sempre se perguntar sobre a origem desse medo. Medo do desconhecido é mais que aceitável e a solução pode ser ir atrás de novos conhecimentos. Então: estude, se prepare! O medo de algo que você já conhece, pode ser apenas o desconforto de estar se arriscando em uma situação nova. Vale a pena investigar isso.

2) Se planeje.

Quando estamos começando algo novo, seja um projeto, negócio ou até mesmo um hábito, precisamos nos certificar de que temos um plano e algumas soluções caso as coisas não saiam como planejado. Isso ajuda a dar mais segurança na nova fase.

3) Tenha boas referências.

Esse ponto tem que fazer parte do seu planejamento. Conversar com quem passa ou já passou pelo o que você está passando, se inspirar em outros casos pode ser muito benéfico. E aqui é muito importante uma ressalva: se comparar com os resultados alheios não ajuda em nada, além de gerar frustrações. Agora, se inspirar nos caminhos que outras pessoas já seguiram e levar isso para a sua realidade pode ser muito valioso e trazer ótimos resultados! Evite o máximo se comparar com as pessoas, se inspire nelas!

4) Lembre-se: tudo faz parte do seu repertório.

Não era bem esse o seu caminho e sentiu que ainda não está realizado/satisfeito? Aceite e abrace suas mudanças, seus pontos de vista. O importante é estar sempre consciente de que: não tem problema mudar o caminho, a direção. Desde que você saiba aproveitar as oportunidades que aparecem com foco e dedicação, tudo é construção e faz parte do seu repertório de vida e do seu processo de desenvolvimento pessoal e profissional. Não desperdice nenhum lado seu. Depois que você começa uma vez, você nunca mais recomeça do zero.


Pois é, além de ter algumas atitudes práticas, usar o medo ou o estresse de estar vulnerável em uma situação nova pode ser muito benéfico. Afinal, só quando nos livramos do medo que nos paralisa, podemos usá-lo a nosso favor, para impulsionar nossas atitudes que nos levarão aos nossos objetivos.

Comunidade do Estágio
Giulianna Gomes
Giulianna Gomes Seguir

Sou inquieta, curiosa e Colunista Oficial CE. Aqui escrevo sobre habilidades comportamentais, startups, educação e séries/filmes. Apaixonada pela capacidade de abraçarmos as nossas complexidades.

Ler conteúdo completo
Indicados para você