[ editar artigo]

Como posso melhorar minha vida financeira?

Como posso melhorar minha vida financeira?

Hoje eu vim aqui para falar um pouco sobre esse livro simplesmente MA-RA-VI-LHO-SO que foi escrito por ela, a ilustre, a exemplar, a rainha das finanças desse Brasil...

Ela mesmo, ninguém mais ninguém menos que....

Nathalia Arcuri, minha gente!

Cês tão vendo? O negócio aqui não é pouca coisa não, eu hein!

Em 2018, ela lançou o livro "Me poupe! 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso" e pra chegar chegando com esse artigo que tem tudo para te ajudar no controle das suas finanças, eu trago o primeiro ensinamento da nossa musa.

Fale sobre o dinheiro!!!

Você sabe o que é a dinheirofobia e por que ela afeta muita gente nesse brazilsão?

A dinheirofobia é nada mais nada menos que o medo de falar sobre o dinheiro. O medo de soar inconveniente, de não ser um assunto bem recebido, etc.

E quando esse pequeno medo está na nossa vida, tudo vira uma bola de neve.

Você não fala, não discute, não conversa sobre o dinheiro.

Essa atitude de não tocar nesse assunto medonho impede que você, seus pais, seus amigos e todas as pessoas que estão ao seu redor discutam e aprendam sobre como usufruir do dinheiro da melhor maneira possível, pois como Nathalia ordena..

Fale sobre dinheiro antes dele faltar e ele não vai faltar.

É sobre não ter vergonha em pedir conselhos e ajuda para não passar sufoco e achar uma forma de fazer seu suado dinheirinho se tornar seu aliado.

E o que a rainha manda a gente obedece, né? 

Então vamos falar um pouco sobre o tal do dinheiro..

rich free money GIF by SpongeBob SquarePants

Seguinte: nós sabemos da importância de ter metas em nossas vidas, certo?

Muitos de nós estamos acostumados a estabelecer prioridades e objetivos em nossa vida pessoal e profissional, mas quantos de nós fazemos isso em nossa vida financeira?

E, cá entre nós, é aí que está o grande perigo:

Se você não sabe o que fazer com seu dinheiro, vai acabar gastando-o com coisas que na verdade você nem precisava.

É por isso que você deve definir objetivos claros para ter em mente qual vai ser o destino de seu dinheiro.

Esses objetivos devem ser autênticos, importantes e justificáveis.

Autênticos porque eles devem ser seus, afinal, não faz o menor sentido você sair economizando e investindo dinheiro para satisfazer uma vontade que não é sua.

Importantes porque eles precisam acrescentar algo para você, seu objetivo deve ser estabelecido levando em conta o preenchimento de uma lacuna sua.

E justificáveis porque é necessário que eles tenham um porquê e façam sentido para ti.

(Ps: aqui é um ótimo momento de praticar seu autoconhecimento, para que a definição desses objetivos siga o mesmo caminho daquilo que busca nas outras áreas de sua vida.)

Até aí beleza, acredito que você consiga definir suas prioridades e traçar objetivos para seu dinheiro.

Mas ninguém é de ferro, né?

É muito difícil ir ao mercado e não levar uma barra de chocolate a mais, não é mesmo?

I Need It Please GIF

Mas... PASMEM! A nossa rainha das finanças pensou sobre isso também.

Em seu livro, ela apresenta algumas estratégias que eu apelidei carinhosamente de estratégias antidesperdício. São algumas técnicas que você deve se lembrar antes de fazer alguma compra da qual corre o risco de você se arrepender depois.

Eu escolhi duas técnicas que são bem simples de entender e colocar em prática e vou mostrar como cada uma delas funciona.

Tá pronto pra embarcar nessa comigo?

Estratégia antidesperdício número 1:

QUE-ME-PRE-PO-DE

Essa é uma daquelas técnicas bem simples, sabe? Você pode usar ela em compras que vão desde uma balinha no posto de gasolina até o fechamento de um pacote de viagem.

Eu recomendo que você utilize-a em compras onde você precisa tomar uma decisão rápida, para que essa decisão, mesmo ágil, seja consciente.

Ela consiste em se fazer algumas perguntas antes de realmente decidir colocar seu dinheiro em alguma aquisição. E essas lindas perguntinhas são as seguintes:

  • QUE – Eu quero?
  • ME – Eu mereço?
  • PRE – Eu preciso?
  • PO – Eu posso?
  • DE – Eu devo?

Se você respondeu sim a todas essas perguntas, você pode seguir em frente e realizar sua compra. MAS, se você disse não a qualquer uma delas, sinto muito, mas sua compra pode ser adiada (ou até esquecida).

É muito comum respondermos que sim às duas primeiras peguntas. Porém, quando paramos para refletir se realmente precisamos de algo, geralmente a resposta é não. Lembre-se, seja sincero(a)!!

observing northern lights GIF by LEGO

Estratégia antidesperdício número 2: 

Diagrama de ganhos e perdas

Essa técnica é um pouco mais demorada de ser feita do que a anterior pois possui uma característica mais analítica e reflexiva. Por conta disso, é aconselhável que ela seja colocada em prática quando houver coisas grandes em jogo.

Nela, você irá analisar quais serão as consequências positivas e negativas da decisão que você tomar.

Você deve seguir o modelo do quadro abaixo e refletir sobre cada uma das perguntas:

Na coluna da esquerda, podemos ver os pontos positivos e, na coluna da direita, os pontos negativos. Esses pontos mesclam entre motivadores e sabotadores.

Calma, calma, calma!! Vou dar um exemplo para ficar mais fácil.

Digamos que você queira comprar um celular novo.

Ao comprá-lo você...

  • Terá um celular melhor e mais potente (motivador, prazer - ponto positivo);
  • Perderá o dinheiro necessário para a compra, que poderá ser destinado para outro objetivo (sabotador, dor - ponto negativo).

Por outro lado, ao não comprá-lo, você...

  • Economizará o valor da compra (sabotador, prazer - ponto positivo);
  • Perderá um celular com novas atualizações e funcionalidade (motivador, dor - ponto negativo).

Dessa forma, você consegue analisar os prós e os contras e ponderar se seu celular atual satisfaz suas necessidades para, assim...

Poder refletir se realmente vale a pena comprar um celular novo agora ou se você pode dar outro destino ao seu dinheiro.

Pensar racionalmente dessa maneira evita que você tome medidas precipitadas que possam comprometer seus objetivos.

take notes GIF

Mas esperem aí que ainda não acabou haha eu separei uma dica bônus para vocês.

Ela trata dos 4 Fs da riqueza, se liga nessa:

  • Foco
  • Força
  • F*oda-se

Basicamente, é sobre você ter força e foco para não desviar de seus objetivos, acreditar que eles podem ser possíveis e, o mais importante, ligar o f*da-se para a opinião dos outros.

Segundo nossa musa das finanças, ao colocar esse 4 Fs em prática, você evita o quinto F, que é o F da FRUSTRAÇÃO.


E então, o que me diz? Você já possui uma estratégia antidesperdício que te acompanha?

Conte para mim o que você achou do post e como você lida com seu dinheiro, vou adorar conhecer um pouco mais sobre suas visões :)

Brigadão pela atenção e sucessssooooo!!

Comunidade do Estágio
Jeanne Delava
Jeanne Delava Seguir

Uma estudante de Relações Internacionais apaixonada pela simplicidade, pelo mundo ao seu redor e pela troca de experiências. O que você tem para me contar hoje?

Ler conteúdo completo
Indicados para você