[ editar artigo]

Como o Movimento Empresa Júnior pode te agregar profissionalmente?

Como o Movimento Empresa Júnior pode te agregar profissionalmente?

A missão deste movimento é: Nossa missão é formar, por meio da vivência empresarial, empreendedores comprometidos e capazes de transformar o Brasil.

Isso é lindo, não? 

Desde 2010, o MEJ movimentou mais 70 milhões de reais para a economia do Brasil, os quais são reinvestidos na educação empreendedora dos seus membros. 

Nesse sentido, venho aqui contar um pouco de como este movimento tem sido um divisor de águas na minha vida e como ele pode te agregar pessoalmente e profissional. 

Desde que entrei para a empresa júnior da minha faculdade, eu tive contato direto com o ramo corporativo. Durante o meu processo seletivo, eu fiz um Estudo e Análise de Mercado Internacional completo, entrei em contato com Leads, tive capacitações em diversos serviços de Consultoria Internacional e entre diversos outros fatores que auxiliaram profissionalmente. 

Não falei anteriormente, mas faço Relações Internacionais na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), um curso extremamente teórico. E onde adquiri todo conhecimento prático das RI já no primeiro período? Isso mesmo, na empresa júnior. Conhecimento esse que muitos veteranos não possuem nem mesmo em seus estágios. 

Logo que ingressei, aprendi a gerenciar uma empresa, a lidar com pessoas, a tomar decisões, a liderar, a empreender. Esses são fatores que não são aprendidos durante a faculdade. O MEJ proporciona isso e muito mais. É uma forma de quebrar o argumento de recrutadores que dizem que você não teve experiência profissional. É uma forma de se desenvolver, aprender a gostar de se desafiar, a se satisfazer com as pequenas coisas. 

Hoje eu sou líder de um time de marketing, área em que me apaixonei. Para quem entrou em RI achando que ia para o setor diplomático ou de comércio exterior, me encontrei no Marketing, principalmente internacional. É isso que entrar para uma empresa júnior faz. Te desenvolve, capacita, você passa por um autoconhecimento incrível, se desafia e sai de lá uma nova pessoa.

Eu sou uma outra pessoa graças ao Movimento Empresa Júnior e me sinto preparada para enfrentar qualquer coisa que vem pela frente. 

Comunidade do Estágio
Catarina Simões
Catarina Simões Seguir

Graduanda Relações Internacionais da UFRJ e apaixonada por Marketing. Entrei para a empresa júnior do meu curso e me encontrei na área em que trabalho hoje. Amo empreender e colocar em prática a liderança humanizada.

Ler conteúdo completo
Indicados para você