Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Como errar do jeito certo: 3 dicas para ser mais assertivo.

Como errar do jeito certo: 3 dicas para ser mais assertivo.
Ely Andrade
ago. 28 - 3 min de leitura
10 Curtidas
6 Comentários
0

 

Desde muito cedo a gente é corrigido. Até onde consigo me lembrar, acessando as memórias mais antigas, estava sendo corrigido. Fosse por colocar algo no lugar errado, fosse por não dizer uma palavra corretamente ou por um mau hábito.

A questão é que assim cresci, pensando que o errar era a pior coisa da vida. Não só pela correção mas porque parecia ser inalcançável o acerto. E por conta disso demorei muito para aprender que não alcançar é algo muito comum na vida.

Se você já sentiu que deveria parar de fazer o que gosta, ou planeja só porque não está dando um resultado imediato, esse artigo é pra você.

 

Mergulhe comigo nessa tentativa minha de (não) errar neste artigo!

1 - Errar é humano

 

Como já diziam os antigos sábios do grupo Revelação na música "299.792.458 m/s":

"Todo mundo erra sempre, todo mundo vai errar"

(Grupo Revelação - Velocidade da Luz)

O erro é inevitável, porque se estamos indo além da nossa zona de conforto, estamos também partindo para um ambiente desconhecido, logo, o erro é a única certeza que temos. 

É importante ter a visão de que não é o erro que define você. Ainda há tempo e chances de fazer diferente. Não desista!

 

2 - Falhei de novo, e agora?

Agora que falhamos o primeiro passo é a análise para tomada de novas atitudes perante a situação, agora já conhecida.

Nossas ações a partir do erro são cruciais, pois são elas que definem se repetiremos o erro ou passaremos adiante para o próximo nível.

 

3 - Não tenha medo das críticas

Que de aprovação externa a gente precisa é um fato. A gente funciona melhor quando aqueles à nossa volta estão de acordo com o que fazemos (por isso na infância começamos a ouvir e replicar o que nossos pais diziam).

No processo de aprendizagem o fracasso é quase certo, afinal de contas é com os erros que vamos nos aprimorando. Só que o apoio e a compreensão são importantíssimos para que continuemos motivados a tentar mais uma vez.
Além disso, em muitos momentos, nós menosprezamos e julgamos a nós mesmos pelos erros cometidos.

Por isso, para aprender, é preciso ter gente que te apoie ao seu lado, e sobretudo, que você seja seu maior apoiador.

Os momentos difíceis virão no novo ambiente, os erros e fracassos também, porém o importante é a sua constância. Avalie seus erros e faça diferente da próxima vez.

Seguir o mesmo caminho não vai te levar até um lugar diferente. 

 

(Jonas que o diga)

 

Obrigado por ler até aqui e até a próxima coluna :)

 


Denunciar publicação
10 Curtidas
6 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você