Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
BACK

"Buonasera, Natasha!" - Saindo de um meme para o aprendizado real de idiomas

"Buonasera, Natasha!" - Saindo de um meme para o aprendizado real de idiomas
Gabriele Fernandes da Silva
Mar. 1 - 3 min read
000

Ao final de 2020, um vídeo que viralizou foi filmado em um evento na Itália por duas mulheres conversando em italiano, sendo elas brasileiras. Ambas tornaram-se um meme, principalmente pelo sotaque perceptível de nosso idioma - o português. Afinal, para ser fluente, definitivamente, é preciso evitar o sotaque de sua língua materna?

Ao pesquisar em qualquer dicionário, pode-se perceber que são sinônimos de "fluência" as seguintes palavras: "natural", "espontaneidade" e "clareza". Desse modo, com quaisquer sotaques, a capacidade de estabelecer um laço de comunicação é o principal motivo para se aprender um idioma e perceber que é apenas uma característica que demonstra de onde você veio, sendo de Goiás, Jaboatão dos Guararapes ou Duque de Caxias. 

Portanto, o que é preciso para aprender um idioma e falar de maneira tão chique como no diálogo entre a Natasha e Katuxa? Aqui vão algumas dicas:

1. Evite que o fantasma do erro o assombre. É super entendível sentir uma ansiedade ou um frio na barriga quando tentar estabelecer alguma conversa. Contudo, todo aprendizado é feito de falhas, e elas contribuem para que você não as repita novamente ou diminua a estatística de erros. Então, tente novamente! Garanto que irá dar certo daqui a pouco.

2. Pule de cabeça nas águas da cultura. Uma das características mais marcantes de uma comunidade, de uma cultura, é a linguagem. Dessa maneira, além de pura gramática ou vocabulário solto, existem diversos aspectos para que te ajudem no aprendizado. Logo, escute músicas, assista filmes sem dublagem (com legenda!) e leia jornais no idioma. Para ter um bom rendimento, faça uma análise, utilize dicionários quando ler ou tentar ouvir. Por fim, a extensão "Learning Language with Netflix" poderá te ajudar quando assistir aquele dorama. 

3. Desvende os "hieróglifos" primeiro. Para idiomas que possuem outro sistema de escrita, como japonês que utiliza silabário ou árabe e hebraico com seus consonantários, entenda eles primeiro. Pesquise as mudanças caso mude a posição de alguma letra, literalmente se alfabetize primeiro nas letras e números. 

O processo de aprendizagem é individual, procure seu método favorito de estudos para manter a chama acesa enquanto estiver se desenvolvendo. Desse modo, lembre-se de tentar um pouquinho a cada dia, como se fosse um bebê se esforçando para elaborar suas primeiras palavras. Assim, a comunicação aos miúdos irá se constituindo e você estará tão fluente como as queridas Natasha e Katuxa. 

Bons estudos  😁


Report publication
    000

    Recomended for you