[ editar artigo]

As Mil Palavras: a importância de falar com sabedoria

As Mil Palavras: a importância de falar com sabedoria

Pense rápido e responda: você usa suas palavras com sabedoria? E, se por acaso as engolisse, você se nutriria ou sufocaria? São essas as dúvidas que conduzem o longa As Mil Palavras (2012), comédia com doses de drama, estrelada por Eddie Murphy.

A história gira em torno de Jack McCall, um agente literário bem-sucedido, porém arrogante, que ao tentar tirar vantagem de um guru para que este torne-se seu mais novo autor publicado, depara-se com uma enorme árvore que surge magicamente em seu jardim. Não bastasse isso, Jack e a árvore estão de alguma forma conectados, sendo que a cada palavra dita por ele, uma folha cai. Agora, Jack precisará correr atrás do prejuízo - e literalmente fechar a boca - se quiser continuar vivo.

A premissa, simples de tudo, está pautada em uma questão também aparentemente simples, porém que se mostra um verdadeiro desafio quando o assunto é a vida corporativa e social: o quão importante são as palavras que usamos e acima de tudo, o modo como as utilizamos.

Logo no início do filme, somos introduzidos na vida do protagonista, que nos é apresentado como um workaholic, e que apesar de possuir uma boa carreira, uma casa confortável e uma bela família, acaba colocando tudo a perder por conta de sua postura pouco empática, e principalmente por não medir o peso das coisas que diz.

Ao ser colocado de frente para a possibilidade de morrer junto da árvore quando esta perder sua última folha, Jack precisa repensar suas prioridades na vida. Mais do que aprender a fazer negociações importantes através de mímicas, é preciso aprender a demonstrar amabilidade pelos outros.

A jornada do herói leva a uma redenção tocante, e também a muitas reflexões a respeito da importância do perdão, da valorização dos momentos em família e das pequenas gentilezas do dia a dia, rendendo claro, muitas risadas durante o caminho.

E você, tem usado suas palavras com sabedoria?

Comunidade do Estágio
Mariana Fekete Oshima
Mariana Fekete Oshima Seguir

Futura publicitária, apreciadora de boas histórias e escritora de corpo e alma. Apaixonada por livros, e mais apaixonada ainda pela possibilidade de tocar pessoas com palavras.

Ler conteúdo completo
Indicados para você