[ editar artigo]

Além do cafézinho

Além do cafézinho

A partir do momento de êxtase da seleção de estágio que passamos até começarmos de fato o trabalho, eu sempre me perguntei como não ser o estagiário do cafézinho. Ou seja, como fazemos para ao mesmo tempo aprendermos na prática o que vimos na nossa graduação/curso técnico e fazermos a diferença na companhia?! 

Acredito que não há resposta ideal para tal pergunta, mas alguns valores que você já tem alinhados com a companhia podem e vão fazer a diferença (até porque você já selecionado, já está lá dentro!). Além da tradicional formação técnica de base, uma das principais características que eu vi como necessária no meu estágio foi a boa relação interpessoal, sem distinção hierárquica ou de empresa. Somos uma pequena parcela do todo e que pode fazer diferença. Sabendo disso, a parcela comportamental, ou seja, tua postura faz com que não seja enxergado como "o estagiário", muito menos subestimado. Talvez, essa postura de proatividade, alinhada com o sentido de dono da companhia, proposição de soluções, independência e liberdade (com cautela e sempre alinhada com o que o teu educador/moderador da empresa) tenha feito a diferença para minha efetivação e faça para a sua. 

Tais valores e habilidade não aprendemos em sala de aula, tampouco em laboratórios. Mas são parte fundamental para o teu desenvolvimento no início de carreira. Saber escutar, falar no momento certo, pedir opinião, mostrar teu pensamento, enfim, como disse antes, não há resposta exata para a pergunta. Mas as dicas para a trilha do teu caminho nós mentores podemos te ajudar!

Ademais, se você estagiário já chegou aqui e está buscando um conteúdo diferenciado para sua preparação, com certeza já o está melhor embasado e muito mais preparado do que eu mesmo quando iniciei minha carreira na indústria. 

Comunidade do Estágio
Ler conteúdo completo
Indicados para você