[ editar artigo]

"Adeus", você sabe dizer?

É tão simples dizer um "adeus". Fez um trabalho, não foi valioso para um dos lados, não gostou?. Beleza, acabou. Tchau! Uma pessoa amada que foi viajar, mas você sabe que vai voltar. Tchau, volte logo! Só que na pratica não é bem assim. 

A razão atrapalha as emoções. E somos humanos e as emoções estão ali prestes a explodir a qualquer momento. Sim, a gente aprende a controlar. Faz exercício de respiração, controla o psicológico, entende as questões externas. Fazer e entender a gente tenta, e dá um jeito de superar. Mas não é tão simples. 

Dar um ponto final num relacionamento que você sabe que não vai bem algum tempo é sofrido. É preciso reaprender a viver sem o parceiro (a). Sair daquele emprego que você tá acostumado (a), onde o salário é abaixo do mercado, e todos os dias você reclama.. Também é uma entrave. Porque a galera é maneira e todos são legais.. Não é facil! Não é simples sair da zona de conforto. As vezes, fica aquela voz, ali, no pé do ouvido..."Espera, calma, aguarda".. O tempo passa e tudo continua na mesma situação. Você esperando algo a mais, sonhando com a grande empresa. Imaginando outro parceiro, lutando para ser feliz.  As vezes, para driblar essa falta de coragem alguns adotam posturas até auto-destrutivas. Pela simples incapacidade de dizer "ADEUS". 

Eu aprendi que na vida é preciso dizer não para muitas coisas. É importante saber negar para aprender a aceitar. Saber o que você quer, estar presente no momento e no futuro planejado. É uma das razões pela quais o medo de sair da zona de conforto não deve ser postergado. Analisar, pesquisar, se entender é válido. Mas agir por medo da solidão, ou por receio daquele que virá pode ser um atraso de vida. 

O inverso da vida não é a morte. É o medo! Morremos aos poucos quando nos entregamos ao sentimento que nos paralisa, que deixa de nos mover. As vezes damos ouvidos ao que os outros vão dizer. Mas saiba, os outros sempre dizem. Esteja preparado (a) para a sua catarse! 

Quase que de forma constante eu preciso renovar esses votos em mim. Analisar se o caminho que estou trilhando no meu presente vai me levar até onde eu quero chegar. As vezes, eu tento mentir para mim. E logo, revejo e me entrego para aquilo que eu acredito ser o melhor. 

Eu descobri que a melhor parte é saber que podemos construir vários finais, de ciclos diferentes. E a cada finalização de ciclo um novo passo eu estou dando. Dizer "adeus" passou a ter um novo sentido. Porque entendi que vem um começo depois. E eu prefiro tentar escrever vários "the end" na minha vida, do que esperar apenas um perfeito. Arrisque-se! Com ou sem medo! Tente!

 

Comunidade do Estágio
Monique Karla Carvalho
Monique Karla Carvalho Seguir

Carioca, gente boa e boa de papo. Senta um pouquinho pro café que tenho bastante pra te contar. :) Tenho formação em Comunicação Social e estudo Gestão em RH.

Ler conteúdo completo
Indicados para você