Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

A “nova” ferramenta queridinha do mercado: Power BI

A “nova” ferramenta queridinha do mercado: Power BI
Mariana Ferreira Zanotto
set. 29 - 3 min de leitura
3 Curtidas
1 Comentários
0

Você já deve ter escutado que ter domínio do software Excel não é mais um diferencial no mercado de trabalho, e não somente na área de exatas, mas para qualquer profissão que precise armazenar, selecionar, filtrar e analisar dados.

excel GIF

Entretanto, quanto maior o numero de informações, maior a dificuldade de tornar a visualização intuitiva. Com base nisso, a Microsoft disponibilizou em 2015 a versão geral do programa Power BI.

Ainda assim, engana-se quem pensa que o software é apenas uma ferramenta de visualização de dados. O Power BI possibilita conectar-se a muitas fontes diferentes de dados, misturar e modelar essas informações através de tratamento de dados, adicionar medidas e colunas calculadas com um mecanismo rápido, além de visualizar os dados com grande variedade de recursos e personalizá-los para contar a história por trás das informações.

Além disso, toda vez que uma fonte de dados é atualizada, a ferramenta permite a incrementação destas informações de forma ágil, mantendo as configurações o tratamento de dados aplicados previamente. Também é possível publicar o painel e a ferramenta de visualização na nuvem e compartilhá-lo com quem quiser.

Devido a essas funcionalidades, a demanda do Power BI tem crescido amplamente nas empresas, pois possui uma interface simples e que permite análises/modelagens complexas.

Um exemplo disso, é que a ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, passou a disponibilizar em seu site painéis dinâmicos, em que é possível, através da ferramenta de Power BI, visualizar de forma interativa e atualizada dados sobre as principais atividades reguladas pela agência. Os painéis disponíveis podem ser encontrados aqui.

No painel de Produção de Petróleo e Gás Natural, para exemplificar, é possível selecionar os dados por período (de 1941 a 2020) e visualizá-los pelo panorama nacional, produção por categoria, mapas, aproveitamento de gás e período de produção. Dentro de cada seção, há ainda a possibilidade de aplicar novos filtros, ou seja, é possível ter conhecimento de milhares de dados de forma facilitada para consulta.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Desse modo, o crescimento do Power BI induz a alta na procura por profissionais que dominem o software, contudo, sabemos que na maioria dos casos a universidade não prepara os alunos para tais ferramentas e que cursos específicos podem ser inacessíveis para todos. Por isso, separei aqui dois links de conteúdo gratuito sobre o assunto: Canal Hashtag Treinamentos e Data Science Academy.


E você? Já conhecia o Power BI? Já está familiarizado com ele? Já fez algum curso e indica? Comenta aqui e vamos trocar informações a respeito.


Denunciar publicação
3 Curtidas
1 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você