Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

A jornada rumo ao SIM 05: Melhorando o currículo

A jornada rumo ao SIM 05: Melhorando o currículo
Thiago Costa Tinoco
ago. 14 - 4 min de leitura
1 Curtidas
0 Comentários
0

 

Não era por falta de enviar currículo, muito menos por falta de competências que eu não recebia retorno dos processos seletivos, mas na maneira com a qual eu o enviava. 

Após notar isso e fazer algumas alterações nele,consegui mais resultados e retornos das vagas em que me candidatava. 

Vou te contar como foi nesse post.

Não cometa esse erro

Antigamente, eu usava o mesmo currículo, para qualquer tipo de vaga.

Alguns eu até mesmo imprimi e distribuí para empresas como se fossem “panfletos”, na esperança de que alguma me retornasse.

Tive pouquíssimos resultados. E uma das coisas que de fato aprendi com o Diego Cidade foi que:

“Quanto mais currículo enviado, menos oportunidade!”

Aliás, descobri que possivelmente, meus currículos,  não chegavam aos olhos do recrutador. 

Afinal, como eles também querem que seu trabalho seja facilitado otimizado, contam com inteligência artificial para filtrar candidatos. 

Por isso, as palavras chaves da vaga precisavam estar contidas no currículo. 

E com apenas um modelo padrão, isso se torna difícil.

Porém, ao alterar essa situação, comecei a receber respostas, e apesar de ainda não ser um “SIM”, estava agora concorrendo a vaga. E foi até durante esse período que passei a investir mais na escrita.

Uma vez que, sempre que a vaga pedia para provar as competências dentro disso, eu passava para a próxima fase. 

Como eu fiz, você pode fazer

Assisti tantos vídeos do Diego Cidade, que ao escrever esse texto, parece que ouço a voz dele dizer “... você tem que fazer uma candidatura inteligente!”

De fato, antes minha candidatura não estava sendo nada inteligente. Porém, aprendi como fazer. E vou te ensinar por aqui.

Ao invés de usar sua energia em enviar muitos currículos, o que deve ser feito, é gastá-la elaborando melhor ele melhor, de acordo com a empresa a oportunidade em questão.

Óbvio que com isso, você vai enviar poucos currículos, no entanto, terá muito mais resultados do que se seguir a forma tradicional. Vai por mim!

Assim, analise bem a vaga e a empresa. Aliás, isso serve de segurança para você, pois nenhuma delas vai dizer que é ruim trabalhar por lá. (Sim, eu sei que nem toda empresa é igual a AU que grava vídeos com os gestores e descreve a vaga fazendo com que você consiga absorver o máximo dela e ver se fato faz sentido a candidatura. Mas procure saber ao máximo sobre. Lembre-se de que no Linkedin você pode conversar com os funcionários da empresa).

Feito isso, simplesmente, adeque o seu currículo de acordo com a vaga. Nada de pôr aqueles cursos que não tem nada a ver com ela, somente para preencher espaços.

Em outras palavras, coloque apenas aquilo que é relevante para o cargo.

Crie e salve ele no Canva, assim, você sempre terá como editar.

Falando nisso, tem um curso gratuito de currículo aqui na comunidade que vai te ajudar.

Não ignore isso

Claro que pessoas não são um simples documento enviado em PDF, mas, ao menos por enquanto, o currículo é muitas vezes o seu primeiro contato com a empresa, um bom trabalho nisso pode te levar para as próximas etapas, ou te eliminar.

Meu intuito aqui, é que da mesma forma que eu, seu currículo possa ser o passaporte para as próximas etapas.

E porque passei para as outras, essa série vai continuar.

Te aguardo no próximo post.


Denunciar publicação
1 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você