[ editar artigo]

A jornada rumo ao SIM 03: Aprendendo a usar o Linkedin

A jornada rumo ao SIM 03: Aprendendo a usar o Linkedin

Após ingressar na faculdade, conheci a Academia do Universitário, e me candidatando às vagas de estágio oferecidas pela Startup, participei de trilhas de aprendizagem em que se ensinava as maiores habilidades do profissional do século XXI.

Dentre tantos aprendizados e abordagens dentro da trilha, uma das coisas me chamou muito a atenção.

A importância de marcar presença no Linkedin.

E se eu não atentasse para isso, talvez, hoje, essa história não estaria sendo contada.

O CEO Top Voice que me inspirou

Se estou no Linkedin, criando conteúdo hoje, é devido a um cara chamado Diego Cidade, o CEO da academia do universitário.

Ele foi a pessoa mais jovem do mundo a se tornar Linkedin Top Voice no ano de 2019, e com sua expertise no assunto (“aula pura!” como ele diz), dentro da trilha, mostrou a importância do universitário estar lá dentro.

Depois da trilha, passei a acompanhar o Diego e a academia do universitário nas redes sociais e aprendi ainda mais sobre Linkedin.

Aproveito para agradecer ao Diego, por tantos conteúdos de valor criados para ajudar os universitários, em especial os “bizus” sobre o Linkedin.

Pode ter certeza, que muito do que vou comentar nesta série de posts, eu aprendi com ele. 

 

Não é um currículo Online

Antes dos conteúdos na trilha, eu tinha o pensamento igual ao de algumas pessoas.

Por ser uma rede voltada para negócios, imaginava que o Linkedin era uma espécie de “currículo online”.

Com isso, criei meu  perfil, e simplesmente deixei ele abandonado como se estivesse ali apenas por estar.

Então quero desmistificar de uma vez por todas uma coisa.

A rede social chamada Linkedin não é um currículo online, onde você coloca seus dados, sua experiência de trabalho e etc e está tudo bem.

 

Antes de mais nada, você precisa entender que o Linkedin é uma rede social. 

Sim, a proposta é diferente das outras, mas o propósito é igual, ou seja, uma rede social existe para criar conteúdo, interagir, conhecer novas pessoas, etc.

Se você está no Facebook, Instagram, Twitter, dentre outras, já sabe que todas as redes sociais funcionam com pessoas criando conteúdo e interagindo umas com as outras.

No Linkedin, o que muda é o assunto, ou o conteúdo que será compartilhado e o interesse em se estar nela.

Ou seja, lá não é o melhor lugar para postar sobre alguns assuntos como futebol, BBB e disputas políticas, a menos é claro, que essas coisas estejam relacionadas diretamente com o emprego, o mundo dos negócios, etc.

 Em outras palavras, se você conseguir fazer a conexão entre tais assuntos e os negócios, empregos, carreiras, isso é válido.

Lembre-se, no linkedin o interesse é outro.

 

Não sei o que postar

Conversando com algumas pessoas, eu percebi a razão pela qual o Linkedin dessas estava abandonado.

Elas simplesmente não sabiam o que postar. 

Isso é normal, eu também tive essa dúvida no início.

Mas, como hoje, passei de alguém que não usava o Linkedin, para um usuário ativo na rede, que teve resultados através dela, (afinal, o meu “sim” chegou indiretamente através de uma conexão feita pelo Linkedin) e que hoje consegue aconselhar pessoas sobre isso.

 Posso ajudar você também, caso exista essa dúvida (aproveita que por enquanto a mentoria é de graça..rs).

Os dois tipos de postagens para o seu Linkedin

Já reparou que não existem apenas pessoas procurando emprego no Linkedin? Tem também recrutadores, gestores, CEOs, etc, procurando pessoas para trabalhar.

Existem dois problemas que essas pessoas que procuram os candidatos alinhados à vaga enfrentam, e que você pode solucionar com seus posts.

Ou seja, seu conteúdo na rede pode ser estrategicamente criado para encontrar oportunidades

 

  • Os recrutadores não te conhecem

  • Eles precisam saber se suas habilidades são compatíveis com a vaga.

 

Assim, suas postagens devem combinar hard e soft skills.

Dessa maneira, sugiro que em um dia, você ensine o que sabe ou o que está aprendendo em uma postagem (essa é a melhor maneira de mostrar para alguém que você aprendeu de verdade). 

Essa  é um conteúdo que mostrará suas hard skills.

E em outra, fale sobre você, sobre as experiências da sua vida, sobre o que já passou, problemas que solucionou e como tais coisas podem ajudar a empresa, fazer com que a equipe de trabalho se relacione melhor, etc.

 Isso vai revelar suas soft skills.

Pronto, tá aí uma maneira de você postar no linkedin.

 Foi o que fiz e ainda faço diretamente na rede.

Faça e obtenha resultados.

Se eu já estou trabalhando, por que isso é importante?

Talvez você tenha conseguido o seu “sim” e muitos abandonam o Linkedin por isso.

No entanto, acredito que você quer crescer e ser influente certo?

Nesse caso, continue ajudando outras pessoas, demonstre quem você é na rede.

Faça isso, no mínimo, como forma de agradecer pelo emprego, e ajudar outras pessoas que estão passando por falta de oportunidades.

No final das contas, você descobrirá que tudo se trata de servir pessoas, e que o retorno financeiro vem como retribuição pelo trabalho.

Eu sei que às vezes o serviço vai exigir dedicação e mais tempo, e você terá de diminuir o ritmo nas postagens.

Mas não suma de vez do Linkedin.

Lembre-se que existem outras pessoas esperando por sua ajuda e que querem saber qual caminho você trilhou para chegar ao sucesso.

Quem sabe isso não pode virar um curso, mentoria, ou outro tipo de serviço no futuro?

Já pensou nisso?

Tudo começa quando você sabe que aquilo que faz, e a razão pela qual existe é ajudar pessoas.

Eu estou fazendo isso nessas postagens aqui com esse intuito, e acredito que te ajudei de alguma forma.

Você pode comentar como esse conteúdo lhe foi útil?

Consegue me ajudar compartilhando essa postagem para alcançar ainda mais pessoas? 

Ficarei muito grato com essas atitudes, e tenho certeza que outros também!

Te aguardo no próximo post dessa série.

 

Comunidade do Estágio
Thiago Costa Tinoco
Thiago Costa Tinoco Seguir

Músico, cantor, compositor, escritor, casado, cristão, estudante de publicidade e propaganda pela UNIASSELVI, content e copywritter na V4 company

Ler conteúdo completo
Indicados para você